Parafilia

Parafilias Sexuais: Um Universo Onde o Prazer Não Tem Limites

Cada pessoa tem suas preferências sexuais. Essas preferências respondem provavelmente a situações em seus passado que encontram à (estranha) maneira de se manifestar através da sexualidade.

Muitas dessas preferências se enquadram no que pode ser considerado comum, como por exemplo, as pessoas que têm fixação por dar prazer ao outro com um órgão sexual específico (pênis, vagina, seios…) ou com alguma prática (masturbação, sexo anal…).

Porém, à medida que os gostos sexuais se afastam do que é considerado “comum” e apenas se encontra prazer em objetos, situações ou pessoas atípicas, que pouco ou nada têm a ver com o que é puramente sexual, é configurada uma parafilia sexual.

Isso pode variar desde qualquer tipo de fetichismo até a excitação através da dor, que é conhecido como BDSM (e “entrou na moda” em sua versão mais elegante em Cinquenta Tons de Cinza), passando por uma infinidade de curiosidades que você nunca imaginaria.

As parafilias sexuais são ruins?

Como para quase tudo na vida, depende. E depende, basicamente, da parafilia de que está falando e o seu grau de intensidade. Normalmente, as que estão relacionadas à atração por pessoas indefesas ou animais, como a abasiofilia (atração por pessoas com deficiência), pedofilia (atração por crianças) ou bestialidade (atração por animais), são considerados muito graves e crimes, assim como forçar alguém a satisfazer qualquer tipo de necessidade sexual. Por isso a pessoa precisa ir a um especialista assim que esse tipo de desejo surgir.

No entanto, a maioria das parafilias sexuais são, embora diferentes, bastante inofensivas para as outras pessoas. Por isso, nesses casos, não temos que demonizar quem as tem ou fazer com que essas pessoas se sintam mal, porque ninguém pode evitar o que sente ou o que o atrai, e muitas vezes a mesma situação faz com que o sofredor se sinta culpado.

Criar um clima no qual a outra pessoa possa se expressar e se sentir segura é sem dúvida a melhor maneira de tratar a situação.

As parafilias sexuais costumam ser motivo de obsessão das pessoas que as têm, além de que para eles é a única maneira de chegar a um orgasmo que realmente lhes dá prazer.

Não confunda isso com o erotismo ou uma fantasia sexual concreta. Por exemplo, deve-se distinguir entre aqueles que desfrutam apenas do sadomasoquismo (humilhação, chicoteamento, beliscar) com o gosto ocasional de bater, chicotear ou fazer amor amarrado ou mascarado.

Neste segundo caso, pode-se dizer que não é a única fonte de prazer para a pessoa que pratica. Por exemplo, se você gosta de ser amarrada de vez em quando, não significa que tenha uma parafilia, pode ser simplesmente curiosidade ou vontade de experimentar coisas novas e diferentes.

Tipos de parafilias sexuais

As parafilias sexuais podem ser, de acordo com o seu grau de intensidade e o objeto de atração, mais ou menos perigosas e mais ou menos comuns. Veja algumas delas (muitas são surpreendentes):

  1. Fetichismo: trata-se da atração por objetos ou partes concretas do corpo. Existem muitos tipos: altocalcifilia (atração por sapatos de salto alto), androidismo (atração por bonecas de aparência real), capnolagnia (atração por tabaco ou pessoas fumantes), misofilia (atração por roupas sujas), frotteurismo (excitação ao se esfregar contra estranhos), furtling (excitação por atravessar papéis com seus órgãos genitais) ou autoneofofilia (excitação ao usar fraldas).
  2. Exibicionismo: ocorre quando as atrações provêm de se mostrar a terceiros praticando sexo. Dentro desta categoria há parafilias como a agrexofilia (atração por ser escutada por outras pessoas), amomaxia (excitação por fazer amor em um carro estacionado) ou dogging (ser observada praticando sexo em local público).
  3. Voyeurismo: a pessoa se excita vendo outras pessoas transando. As variantes podem ser a hipnofilia (excitar-se ao ver pessoas dormindo) ou candalagnia (excitação ao ver outras pessoas transando com seu próprio parceiro ou parceira).
  4. Masoquismo: É a excitação produzida pela dor. Neste caso, o prazer é obtido através da agressão física (bofetadas, chicotadas, beliscões) e/ou através da humilhação moral.
  5. Sadismo: diferente do masoquismo, o sadismo é a excitação produzida por infligir a dor. Nele há práticas como asfixia (excitação ao sufocar a/o parceiro) ou belonefilia (excitação ao praticar sexo com agulhas).
  6. Atração por pessoas específicas: neste caso, estão inclusas as parafilias sexuais em que o objeto de desejo são algumas características concretas das pessoas. Exemplos como acrofilia (atração por pessoas muito altas), acrotomofilia (excitação ao ver a pessoa com algum membro amputado), abasiofilia (excitação ao ver pessoas com deficiência), teleiofilia (atração de adolescentes para adultos) ou ipsofilia (atração apenas para si).
  7. Atração por partes do corpo: Muito semelhante ao anterior, porém muito mais concreto. Por exemplo, hirsutofilia (atração por pelos), lactafilia (excitação pelos peitos femininos no período de amamentação), pigofilia (excitação pelas nádegas) ou tricofilia (excitação pelo cabelo).

Qual a diferença entre preferência sexual e parafilia?

Embora algumas sejam mais surpreendentes do que outras, não se deve esquecer que essas parafilias sexuais são objeto de angústia para muitas pessoas que as sofrem.

Sigmund Freud já disse que todas as pessoas possuem características de perversão. Isso significa que todos têm preferências ou gostos sexuais mais ou menos comuns.

A diferença é que os parafílicos precisam sim desse objeto particular (mesmo que em sua mente), e isso interfere na sua qualidade de vida e na qualidade dos seus relacionamentos.

Para o resto dos mortais, essas preferências geralmente são circunstanciais e não determinantes para alcançar o prazer sexual.

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Você acredita que possui alguma dessas parafilias sexuais listadas acima? Qual delas? Já se relacionou com alguém que possui uma? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*