Casal brigado

Por Que o Primeiro Ano de Casamento é Difícil, Não Importa o Quanto Vocês se Esforcem

“O primeiro ano de casamento é o mais difícil”. Você provavelmente já ouviu essa frase muitas vezes por aí, seja da sua mãe, da sua tia, da sua avó, do seu pai, e normalmente não temos muita certeza se isso é realmente verdade, mas se é o que a maioria das pessoas diz, então deve ser, não é?

Mas por que o primeiro ano de casamento seria o mais difícil? Antigamente, é possível supor que o primeiro ano de casamento era uma espécie de ressaca que os casais passavam porque agora começaram a viver juntos, e o casamento significava se acostumar com alguém que estava no seu espaço pela primeira vez. Mas, no século XXI, quando quase metade das mulheres já moram com seus parceiros antes de estarem casadas, isso realmente faz diferença? Essa frase continua sendo verdade?

Infelizmente, sim. E isso acontece porque, embora todo esse papo pareça algo antiquado, o primeiro ano do casamento ainda é um desafio. Na verdade, se pararmos para pensar bem, a vida moderna tornou o casamento ainda mais complicado.

Você está apenas começando a pensar em casamento e de repente está preocupada em arrumar melhor as finanças, pensando na sua carreira e na carreira do seu parceiro e nos possíveis problemas que vocês podem enfrentar, os compromissos compartilhados das duas famílias… e quando você percebe, você ainda não se casou, mas já começou a sentir as realidades da vida conjugal.

Além disso, o estresse de ser uma jovem adulta ainda existe – você se depara com dívidas da faculdade, o aumento do seu custo de vida, o fato de ter que se mudar para um lugar maior, e de repente, tudo isso passa a ser um problema dobrado, porque agora são os seus problemas e os problemas do seu parceiro. E o verdadeiro problema que você enfrenta aqui é ainda maior: É um tabu falar sobre isso.

Numa época em que as mídias sociais pedem a “perfeição” das pessoas, você se preocupa se está parecendo infeliz ou ingrata, mesmo se você está enfrentando uma fase ruim do relacionamento. Mas a verdade é que não há vergonha em admitir que você está lutando pela sua felicidade, e passar por uma fase difícil não significa que você irá se arrepender de ter se casado ou de ter ficado noiva.

Lembre-se de que falar sobre isso e encarar o problema é o que irá colocar as coisas no lugar e te fazer bem.

Por que é tão difícil?

De acordo com a terapeuta de relacionamentos norte-americana Aimee Hartstein, o primeiro ano realmente é o mais difícil – mesmo se você já morou junto com o seu parceiro. Na verdade, muitas vezes não importa se vocês estão juntos por vários anos, o início da vida conjugal ainda é complicado.

Por outro lado, ainda não foram descobertas razões principais que justifiquem o primeiro ano ser tão difícil, mas suspeita-se que normalmente o ano que antecede o casamento geralmente é muito estressante e cheio, e esse pode ser um dos motivos.

Mesmo se você tiver um casamento incrível e que se divirta planejando a festa e todos os detalhes, a vida após o grande dia ainda pode ser complicada – porque, de repente, ela acabou. Pode ser difícil ou decepcionante acordar no dia seguinte ou depois da lua de mel e continuar com a vida normal, e então, quando a vida normal volta e não há mais todo esse agito e expectativa em relação ao casamento, as coisas podem ficar um pouco sem graça, as brigas ficam mais suscetíveis, e é muito fácil acabar pensando que a culpa de tudo isso é do casamento.

Outro motivo pelo qual o primeiro ano de casamento é diferente do fato de estar apenas morando juntos é simples: o casamento é diferente do que ser um casal morando junto, isso porque, quando você mora junto com alguém, há uma maior facilidade em terminar aquele vínculo caso você queira.

Porém, quando você se casa, você basicamente assinou um contrato, e com ele aparecem muito mais responsabilidades em relação a essa união, e por isso toda briga dentro do casamento pode parecer mais significativa, tornando as coisas mais difíceis e pesadas.

Enquanto você morava junto com seu parceiro, era mais fácil encarar as brigas como algo normal, que elas realmente são. Porém, quando você se casa a pressão é maior e qualquer briga se torna algo preocupante que você pensa: “é esse o caminho que escolhi para a minha vida?”. As brigas podem ser as mesmas de antigamente ou algo completamente comum, mas quando você se casa tudo se torna mais intenso. E esse é apenas o lado emocional das coisas.

Os aspectos práticos da vida conjugal são difíceis, especialmente no início. Você de repente é legalmente responsável pelas finanças do outro, o que é uma mudança enorme, e discutir sobre dinheiro pode ser sempre um assunto delicado.

Além disso, há o enorme peso das burocracias, especialmente se você está mudando seu nome: atualizar contas, licenças, passaportes, decidir como funcionarão as contas conjuntas, entre outras coisas – é fácil ver como o estresse pode se desenvolver durante esse primeiro ano, quando a realidade da vida conjugal começa a realmente aparecer.

Mas não precisa ser um desastre

Por mais que seja difícil, não é necessário que o primeiro ano de casamento seja infeliz. Claro, há muito estresse envolvido, mas tente sempre se manter positiva em relação a isso. Se você se sentir sem paciência ou irritada, respire, e lembre-se de por que você decidiu se casar em primeiro lugar.

Você e seu marido têm se desentendido muito? Por quê? Como vocês podem fazer para serem melhores? Conversem, tentem resolver as coisas. O casamento é realmente o problema ou você está jogando suas frustrações em seu parceiro e vice-versa? Muitas vezes, se você realmente parar para pensar em tudo isso, o problema pode estar em outro lugar, e não no seu casamento.

Lembre-se sempre de que é mais importante do que nunca manter a comunicação aberta. Se seu parceiro tem feito algo que lhe incomoda, se ele tem sido muito bagunceiro, muito desatento, pouco romântico, seja qual for o problema, converse com ele e tente resolver as coisas da melhor maneira possível, sempre achando um meio termo e cobrando o que deve ser cobrado, assim como você também irá se comprometer em fazer a sua parte para que seu parceiro também esteja feliz.

Se você está achando o seu casamento difícil nos primeiros 365 dias, tenha algum conforto em saber que você não está sozinha. A boa notícia é que o primeiro ano do casamento pode ser difícil, mas não dura para sempre. Os casais se acalmam e geralmente se acostumam com o casamento, e a maioria continua com muitos anos mais fáceis e com menos problemas e estresses depois disso.

Passado o primeiro ano de casamento, procure relaxar e saiba que as coisas vão melhorar – pelo menos até a chegada do primeiro filho, mas aí, já temos outra história.

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Você já passou pelo primeiro ano do casamento? Acredita que essa foi realmente a fase mais difícil? Está passando por ela agora? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,67 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*