Home » Humor » Como Descobrir Se Ele É Infiel em Menos de 5 Minutos
Homem infiel

Como Descobrir Se Ele É Infiel em Menos de 5 Minutos

Descobrir uma traição não é algo agradável, mas é necessário. Na realidade é muito mais fácil fazer julgamentos corretos sobre o seu parceiro do que pode parecer.

Ainda que hoje em dia os relacionamentos abertos e o poliamor estejam em alta, é certo que existe uma grande maioria de pessoas que continuam preferindo o modelo tradicional de casal monogâmico.

Cada um terá suas próprias particularidades, mas todas costumam compartir da ideia de que não existe traição maior que a infidelidade.

Muitas são as pessoas que não apenas tiveram que passar pelo desgosto do adultério do seu parceiro, se não que além de tudo foram as últimas a saberem do que estava acontecendo.

Viver este tipo de situação não é nada agradável e mostra que normalmente aquela famosa frase de que “o que os olhos não veem o coração não sente” é mentira, pois cedo ou tarde a verdade acaba aparecendo.

Descobrir a traição de um parceiro, mesmo não sendo algo bom, é necessário. Ainda que possa parecer estranho, a professora de psicologia Gwendolyn Seydman diz que cinco minutos podem ser mais do que suficientes para ver se existe algo real por trás da suspeita de uma infidelidade. E ela se apoia na ideia de que é muito mais simples fazer julgamentos corretos do que possa parecer.

A simples vista

Esta opinião parte de uma pesquisa em que 51 jovens que estavam em um relacionamento e tinham que falar da sua própria infidelidade, se existisse, com os pesquisadores.

Para isso, os coordenadores da pesquisa começaram perguntando por aquela pessoa que eles se sentiam mais atraídos fora do seu relacionamento. Posteriormente, eles levantaram diversas questões de maior importância para chegar a dois momentos chaves: no primeiro, pediram que classificassem seu nível de infidelidade emocional, ou seja, para quantificar até que ponto estavam unidos emocionalmente a outra pessoa. No segundo, tiveram que falar da sua infidelidade sexual e do nível físico alcançado.

Por outro lado, um membro do casal foi vendado por cerca de 3 a 5 minutos, e durante este tempo o outro teve que orientá-lo e lhe dar diferentes instruções para fazer um desenho.

Esta prova foi gravada, e os observadores, ao assistir essas imagens, tiveram que dizer se acreditavam que existia adultério nestes casais.

Pode parecer chocante, uma vez que à primeira vista não parece haver nenhuma correlação entre essas gravações e a infidelidade. No entanto, foi encontrada uma relação significativa, ainda que moderada, entre a realidade e as respostas dos observadores para as seguintes perguntas:

  • Qual a probabilidade de que houve interesse em uma alternativa fora do relacionamento?
  • Que probabilidade existe de que a pessoa paquerou outra?
  • Qual a probabilidade de que um dos parceiros teve relações sexuais com uma terceira pessoa?

Se há suspeita, pode haver algo

Este estudo pode parecer um pouco estranho, pois levanta a ideia de que só é necessário a observação para detectar a infidelidade.

Tendo em conta esta abordagem, os coordenadores da pesquisa decidiram dar um passo adiante e com novos parceiros, realizando a mesma experiência, mas com diferentes perguntas, uma vez que o novo objetivo era saber se os problemas de infidelidade estão relacionados à falta de confiança entre os membros do casal, que seriam traduzidos em um maior ou menor comprometimento e confiança durante o curso desta incrível experiência.

Neste caso, chegaram novamente à mesma conclusão: existia correlação entre a realidade e a opinião que levantaram os observadores e a realidade. Portando, a infidelidade pode ser notada a partir de uma mera observação?

Sem se aprofundar muito, e a julgar pelos resultados, pode parecer que sim, mas os pesquisadores são cautelosos, já que se deparam com várias limitações.

A primeira é que todos os participantes eram estudantes universitários e é possível que o comportamento pode ser diferente em casais com mais tempo de relacionamento. A segunda é ver até que ponto o nível de confiança influencia, já que quando está em um relacionamento a orientação pessoal pode fazer que o “juízo” da pessoa seja mais subjetivo e acabe atrapalhando o julgamento.

A natureza do estudo e as suas limitações provocam que os resultados obtidos são apenas o início de uma pesquisa mais profunda, mas mostra que quando alguém tem um palpite de que está enganando um amigo ou ente querido, provavelmente está certo. Embora talvez não seja assim quando este problema acontece com o seu próprio relacionamento.

Você acredita que seu parceiro possa estar te traindo atualmente? O que te levou a pensar nisso? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...

3 Comentários

  1. Ola estou com muita duvida devido ao meu relacionamento… estamos juntos a 3 anos e meu marido sempre foi uma pessoa muito carinhoso… ai a pouco tempo engravidei meu marido nunca mais foi o mesmo se fechava nao conversava nao me procurava mais eu chegava dormi sem calcinha ele nao dava bola…e passou a gravidez ele continua a mesma coisa nao presta atencao no qe falo fica bravo qando pego o celular dele… na rua ele fica todo estranho qando ve uma mulher… ele encara mesmo… as ves ele me procura mas nunca mais foi a mesma coisa ele parece ser outra pessoa… parece qe ele me esconde alguma coisa… ja tentei conversar com ele .ele nega tudo… e o pior e qe ele se afasta me deixa de lado… sabe e horrivel essa senssacao… sempre contei tudo pra ele sempre respeitei so qe eu acho qe ele ta me escondendo alguma coisa … preciso de ajuda

    • Tadinha … é óbvio que está sendo traída!!

      mas dê um pé na bunda,que ele vai atrás que nem cachorrin, e pronto! siga a sua vida.
      Mulher tem que se dá o respeito se não, ninguém mais dará 😉

    • O meu ta tipo assim tb viu.
      Meu bebe tem 4 meses e ele nunca me procurou depois do parto, eu que fui atrás dele uma vez, mas não o senti 00% sabe? To achando tão estranho! Ele é vum ótimo pai, mas como marido ta horrível. Nao me dá atenção de homem mais não.

      Fora que qq coisa que ele quer me mostrar no celular, uma foto , por exemplo. Ele mostra dd longe e nao me dá o celular. Afff
      Não era assim tb

      É cruel mas vou ter que trocar nesse assunto com ele qualquer dia desses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *