Homem Traindo

A Causa Oculta da Infidelidade Conjugal Masculina

A teoria evolucionista, diferenças de gêneros, estereótipos, mitos da mídia e expectativas culturas nos convidam a reconhecer que homens têm mais desejo sexual que as mulheres em frequência e intensidade, são programados para terem mais parceiras, têm mais dificuldade com a monogamia e que consequentemente, a infidelidade conjugal masculina é muito maior que a feminina. A realidade é que, apesar dos homens terem mais casos que mulheres casadas, a diferença não é tão grande.

  • Na maior e mais abrangente votação desse tipo em 1994, Edward Laumann e colegas descobriram que 20% das mulheres e apenas pouco mais de 31% dos homens em seus 40 e 50 relaram ter sexo com outra pessoa além de seu cônjuge.
  • Young e Alexander em seu livro de 2012, A química entre nós: Amor, sexo e a ciência da atração (tradução livre), aceitam que há aproximadamente de 30 a 40% de infidelidade conjugal masculina e feminina.

A outra realidade é que, apesar de casos extraconjugais envolverem por definição um relacionamento romântico e emocional que tem um componente sexualizado, pesquisas mostram que o impulso sexual não é a razão primária pela qual homens casados têm casos.

Baseado em entrevistas com 200 maridos que traíram e que não traíram, M. Gary Neuman, autor de A verdade sobre a traição (tradução livre), relata que 8% identificam insatisfação sexual como motivo para sua infidelidade.

Um estudo da Universidade Rutgers relata que 56% dos homens que têm casos alegam ser felizes em seus casamentos, estão satisfeitos e não procuram uma saída.

Uma razão negligenciada

Sugerimos que uma razão negligenciada para a infidelidade conjugal masculina é a de que homens não falam!

  • Graças a sua biologia, neurofisiologia, cultura e psicologia, a maioria dos homens raramente expressam suas preocupações, emoções, problemas sexuais ou preocupações físicas sobre si, para amigos, família ou colegas, muito menos para suas parceiras.
  • Homens falam sobre tudo, desde os filhos até esportes, mas não discutem assuntos maritais.
  • Na sua pesquisa sobre homens que pararam de procurar sexo com suas parceiras, Bob e Susan Berkowitz relatam que 44% estavam furiosos, sentiam-se criticados e insignificantes em seus casamentos, mas não podiam falar ou não falavam sobre isso com suas parceiras.
  •  M.Gary Neuman descobriu que 48% dos homens entrevistados relataram insatisfação emocional como razão primária para a infidelidade conjugal masculina. Os homens relaram sentir-se desvalorizados e desejavam que suas parceiras percebessem quando eles tentavam melhorar. Eles não falavam com suas parceiras sobre isso.

A lógica corroborada na pesquisa é que os homens:

  • Temem falar sobre algo que só causará mais raiva e rejeição.
  • Antecipam que se se começarem a falar sobre problemas no casamento, suas esposas não pararão de falar – uma realidade que pode simplesmente refletir o choque de diferenças de gênero ao lidar com o stress.
  • Temem, com seus sentimentos honestos, machucar as parceiras.
  • Sentem-se constrangidos com assuntos sobre desempenho e sem saber enviam uma mensagem de evitação, desinteresse ou rejeição.
  • Silenciosamente culpam suas parceiras por deixar o sexo chato, mas não consideram verbalizar maneiras para reacender sua vida amorosa.
  • Não lêem as deixas não verbais ou não consideram as deixas que elas enviam.
  • Vêem a postura defensiva que suas parceiras adotam não como um disfarce de seus sentimentos de rejeição, mas como raiva e acusação.
  • Paradoxalmente, eles se vêem como se protegendo, protegendo a parceira e o casamento com o silêncio.

Assim, muitos homens casados estão emocionalmente sozinhos. Diferentemente das mulheres, que se voltam para outras mulheres para desabafar, ter apoio e ouvir outras perspectivas e sentimentos – homens frequentemente aguentam calados, mantêm-se fechados na sua e não encontram uma maneira de falar sobre o que precisam. Isso os deixa vulneráveis para a atenção, afirmação e complicação da infidelidade conjugal masculina.

Eles procuram pelo caso?

Alguns homens nunca pararam de procurar casos – são traidores em série cujos casos não têm nada a ver um com o outro, intimidade, compartilhamento, dor ou silêncio – eles conectam suas conquistas para segurar um ego escondido e frágil.

Mais de 60% dos homens que têm um caso extraconjugal, entretanto, dizem que nunca se imaginaram seriamente fazendo isso até acontecer de verdade.

Homens traem com mulheres que eles conhecem

Refletindo o fato de que a questão não é só sexo, os casos frequentemente começam com pessoas que já são colegas ou amigos. Mais de 60% dos casos começam no trabalho.

De repente o homem se vê com alguém que é sensível a ele com tempo, atenção, interesse, compartilhamento de emoções e valorização. Dada a conexão a homens entre pensamento sobre sexo e excitação, a atenção positiva de uma amiga é facilmente erotizada e a tentação é grande. Parece muito mais fácil.

A dose sexual

Em vários casos, uma vez que o interesse sexual é realizado e o fogo é apagado, há uma avalanche de neuroquímicos que o julgamento é turvado por negação. Há a ilusão de que o caso pode seguir para sempre e coexistir com o casamento e a família. Nada terá de mudar – sempre muda.

Mas se minha esposa…

Homens frequentemente se agarram ao casamento tentando achar na sua parceira o que encontram no caso. Considerando que eles não compartilham o que sentem ou o que precisam, suas parceiras não têm ideia de que as regras mudaram. O que o homem frequentemente não se dá conta (também verdade para as mulheres infieis) é o fato de que ele está agindo diferentemente nessa pessoa fora do casamento de um modo que não consegue fazê-lo no casamento.

Traições terminam de forma dolorosa

  • Inevitavelmente, traições são descobertas e muitas pessoas sofrem.
  • Em sua pesquisa, M. Gary Neuman relata que 68% dos homens descreveram sentir-se culpados depois do caso.
  • O expert em relacionamentos Charles J. Orlando, autor de O Problema das Mulheres… É os homens (tradução livre), sugere que, apesar dos homens provavelmente terem gostado do caso por um tempo, eles tendem a se desprezar depois de suas indiscrições. “No fim das contas, ele está traindo outro ser humano com quem ele alega se importar, então isso pesa em todas as partes de sua psique”.
  • No fim do caso e na crise de uma potencial perda do casamento, homens precisam do benefício do apoio – seja em um grupo, amigo ou terapeuta – para refletir, encontrar palavras, examinar seu comportamento, sentimentos, relacionamento com sua esposa, seu caso e seu casamento.
  • A esposa traída precisa de apoio e ajuda para lidar com o trauma da infidelidade conjugal masculina, a perda da confiança, assim como reconsiderar seu casamento, sentimentos, necessidades, senso de si mesma e o relacionamento com seu parceiro.

 Reparação e renovação

  • Às vezes as traições resultam em divórcio. Estatísticas de 2004 sugerem que 27% dos divórcios são devidos a casos extraconjugais.
  • Se ambos os parceiros quiserem manter seu casamento, entretanto, ele pode sobreviver a uma traição. Muitos parceiros passam pela culpa e dor de mutuamente reparar e renovar seu casamento.

Se um homem pode encontrar os sentimentos e palavras para comprometer-se com sua esposa em um processo de desculpas e perdão, se ele pode falar e escutar, reconsiderar a rejeição e raiva mútuas, clarificar suas necessidades sexuais e confiar no amor, ele pode muito bem ter um casamento do qual se orgulhar.

Você acredita que a falta de comunicação e poder de fala do homem pode ser a principal causa da infidelidade conjugal masculina? Qual é a sua opinião sobre isso? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,25 de 5)
Loading...

4 comentários

  1. conheço uma pessoa que resolve qualquer problema,muito seria eu fiz trabalho com ela e tive resultado rapido,o email e [email protected]

  2. Tenho tido muitos problemas no campo sexual,o esposo vive em namoricos traições constantes e fica sem atenção e mim podemos ficar 2 meses sem fazer sexo nem caricia,já reclamei tanto mais ele não muda,preciso de ajuda.

  3. Eu vejo no dia a dia , pessoas morrendo , sai pra ir só na frente de casa , e acabam morrendo , então , através dessas coisas , eu acabo traindo , tudo que eu queria era aproveitar minha vida , porém , n sozinho , quero uma parceira , mais quero me diverti ao mesmo tempo , então , isso faz com que ( eu ) traio… somente isso , não vejo a fidelidade como algo importante na vida , vivemos e pronto , traindo ou sendo traido , o importante da vida e apenas a vida msm , o resto , não passa de merá distração…

  4. Hm… Eu pelo menos , odeio falar aos outros oque realmente estou sentindo , sofro sozinho , quando faço algo e me arrependo , fico ali sozinho sem falar nada a minha ( parceira ) , acho compartilhar as coisas nesse Mundo em que vivemos e algo inútil , devemos simplesmente viver da maneira q acreditamos q seja a certa , e n acreditando naquilo q nossos pais nos passaram , a pior fraqueza do homem e acredita , quando acredito e me decepciono , cria um ódio , insatisfação , agonia ,

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*