Sogra

Socorro! Meu Parceiro e Meus Pais Não se Dão Bem. O Que Fazer?

Casamentos são sobre amor, mas também são sobre família: você e seu parceiro irão começar a criar muitas coisas novas juntos, assim como as famílias de vocês irão começar um relacionamento entre si, formando uma nova unidade. Parece ótimo na teoria e muitas vezes esse processo pode ocorrer de maneira simples e natural, mas com tantas personalidades e origens diferentes entrando em jogo, nem sempre é tão fácil, especialmente se as personalidades dos seus pais e do seu parceiro não combinam tanto assim.

O que uma noiva (ou namorada, ou parceira) pode fazer se as pessoas mais importantes em sua vida simplesmente não se dão bem? Temos algumas dicas especializadas para ajudá-la a navegar nesta situação complicada.

É sempre esperada uma pequena reação dos seus pais quando você começa a namorar com alguém novo (afinal, como sempre estamos acostumadas a ouvir, eles só querem nosso melhor), mas se essa reação não for muito boa, nós sempre esperamos que quando nosso parceiro coloca um anel em nosso dedo, nossos pais tenham percebido o quanto nosso parceiro nos ama, e que assim irão aceitar pacificamente o fato de que decidimos passar a nossa vida juntos.

No entanto, nem sempre esse é o caso, o que pode tornar o planejamento de um casamento, a convivência e até mesmo caminhar pelo corredor na hora do casamento um desafio.

Se você está percebendo um pouco de tensão entre seu parceiro e seus pais, tente acabar com isso. Dê ao seu parceiro e seus pais a oportunidade de conhecer uns aos outros em uma configuração neutra (e sem falar em planejamento de casamento, por exemplo). Eles podem não ter tido a oportunidade de fazer isso enquanto você namorava, e por isso eles ainda não conseguiram realmente conhecer seu parceiro, e não há melhor momento do que o presente para começar a construir um relacionamento!

Mesmo sabendo que você ama os seus pais e seu parceiro também, lembre-se de que não é seu trabalho tentar se tornar uma terapeuta e ajudar a resolver a situação. Por outro lado, é bom tentar dar a eles a chance de se conhecerem melhor ao mesmo tempo em que você mostra que isso está sendo difícil para você.

Você nunca deve ter que escolher os lados, mas solicite que todos, pelo menos, sejam sempre cordiais uns com os outros quando estiverem juntos e que trabalhem em um plano que permita que vocês tenham bons momentos em família no futuro.

Lembre-se de que mesmo você estando em família, seus pais e seu cônjuge são todos indivíduos com seus próprios gostos, desgostos e opiniões que podem não torná-los melhores amigos. Enquanto eles podem ser gentis e ficarem ao menos um pouco felizes em momentos como sua recepção de casamento, o nascimento de seus filhos e futuras celebrações familiares, eles não precisam ter ligações telefônicas semanais ou encontros muito regulares. Se a situação entre eles não tem jeito, o jeito é mantê-los em uma relação com poucos encontros, mas cordial.

Lembre-se, essas coisas levam tempo. Assim como demorou um tempo para você e seu parceiro para que passem de amigos a namorados, para parceiros que se comprometam ao longo da vida, poderá levar algum tempo para que seu futuro marido e seus pais consigam se entender melhor. Enquanto isso, faça o seu melhor para evitar situações incômodas ou desconfortáveis, encorajando-os a se familiarizar melhor e deixe o fato de que você e seu parceiro se amam mostrar aos poucos aos seus pais que você fez a escolha certa.

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Você sofre com a relação que seu parceiro tem com seus pais? O que já rendeu toda essa história? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*