Ivana e Max

Para a Ciência, Casais que Falam Como Bebês São Mais Felizes

 “Meu momozão, voxê é a coisinha mais lindinha desse mundo tudo!”

“Não, meu pitchulinho totoso, voxê que é!”

Só de ler essa conversa super melosa, a gente já fica com um pouco de enjoo, não é mesmo? Imagina só então ter que conviver com um casal que conversa um com o outro como se fossem bebês? Pois saiba que, por mais insuportável que isso seja de aturar, uma pesquisa americana descobriu que os casais que se comunicam dessa maneira infantil são mais felizes.

Lembra-se da Ivana, interpretada pela atriz Letícia Isnard, que falava com o marido Max, personagem do ator Marcello Novaes, com voz de bebê, na novela Avenida Brasil, da Rede Globo? Eles estão retratados na imagem acima. Apesar desse casal não ser um bom exemplo, já que o cara era um dos vilões da trama, um trabalho científico americano mostrou que a conversa infantilizada entre casais realmente pode ser benéfica para a relação.

O estudo não é tão recente, foi publicado no ano de 2005, mas vale dar uma conferida no que ele mostra. Durante o experimento, os pesquisadores conversaram com casais, dos quais 75% assumiram se comunicar utilizando o linguajar infantil. Os cientistas também identificaram que justamente esses relacionamentos eram os que apresentavam maior satisfação, intimidade e segurança.

Isso tudo sem ainda mencionar o fato de que esses parceiros demonstraram ter uma vida sexual mais movimentada.

Mas por que será que isso acontece? A justificativa apresentada é que quando um adulto deixa a maturidade um pouco de lado e assume um lado mais bobo e romântico de maneira exagerada, ele e a pessoa amada são capazes de criar um nível de intimidade mais alto um com o outro, o que, consequentemente, é benéfico para o relacionamento dos dois.

E você, teria coragem de começar a falar com seu parceiro como se vocês fossem dois bebês, ou acha que isso é muito vergonhoso? Vocês já são assim? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*