Casal dormindo

O Que a Posição de Dormir Diz Sobre o seu Relacionamento?

Se você costuma dormir de costas para o seu parceiro e deixar um espaço vazio entre vocês, você vai ficar feliz em saber que não é a única. Um novo estudo sobre as posições de dormir mais comuns para casais revelou que a posição chamada de “liberdade”, dormindo de costas um para o outro sem contato, é a mais popular, pois 27% dos casais afirmam que dormem assim regularmente.

Pode não ser muito romântico, mas a psicóloga de relacionamentos Corrine Sweet, que realizou o estudo, acredita que essa posição é sinal de uma relação forte e madura. “Isso mostra que o casal está conectado e seguro”, diz Corrine, que também fala que as posições de dormir podem dizer muito sobre o estado de um relacionamento. Descubra as posições de dormir mais comuns entre os casais e o que elas significam para o seu relacionamento!

Liberdade: De costas um para o outro sem tocar

Cerca de 27% dos casais dormem nesta posição com um espaço que os mantém separados. A especialista conta que os casais que adotam essa posição são: “Conectados e seguros sobre si mesmos, esta posição mostra tanto proximidade quanto independência na relação”.

De costas um para o outro, mas próximos

“Um quarto dos casais (23%) gosta de dormir separado, de costas um para o outro, mas com os corpos encostados, próximos – e muitas vezes isso é sinal de início de relacionamento. Corrine fala que isso significa que “ambos os parceiros estão relaxados e confortáveis um com o outro. Esta posição é, muitas vezes, comum em novos relacionamentos”.

De conchinha

A posição de dormir mais clássica entre os casais, apesar de ser famosa, é adotada apenas por um quinto dos casais, ou 18%. Corrine conta que é uma “posição tradicional” e demonstra uma dinâmica: “onde um dos parceiros assume uma postura de proteção sobre o outro.”

Cara a cara

A posição mais complexa é esta, em que um casal se encontra frente a frente, com as pernas e os braços entrelaçados por cerca de dez minutos e depois se separam. É um sinal de força no relacionamento. No entanto, apenas 8% adota essa posição complexa. Corrine conta que é “uma combinação de intimidade e independência, permitindo o melhor dos dois mundos.”

Posição super herói

As mulheres podem adorar um herói, mas quando se trata de ir para a cama é a última coisa que elas querem. Isso porque nessa posição o homem ocupa boa parte da cama, de forma espaçosa deixando um espaço mínimo para a mulher, que fica toda encolhida em uma extremidade.

Sabe-se que 3% dos casais adotam a posição de estrela do mar empurrando outro parceiro para fora da cama. Corrine analisa essa posição: “Um parceiro domina o espaço, enquanto o outro tem um papel secundário.”

O romântico

Essa posição ocorre quando um dos dois, geralmente a mulher, se deita sobre o peito do parceiro e este a abraça e eles entrelaçam as pernas. Esta postura íntima é vista frequentemente no início de relacionamento. Aprovado por 4% dos casais, Corrine explicou que “representa o amor vibrante, apaixonado ou que reacendeu”.

Cara a cara sem tocar

Essa posição refere-se aos casais de frente um para o outro, mas com os corpos distantes, sem contato. Apenas 3% dos casais costumam utilizar essa posição. Corrine observou que isso pode indicar uma união emocionalmente exigente: “Esta posição mostra uma necessidade de intimidade e estreita comunicação”.

Os Amantes

Frente a frente, cara a cara, bem próximos um do outro, com as pernas entrelaçadas durante toda a noite. Há uma razão para apenas 2% dos casais dormirem assim tão intimamente entrelaçados. Corrine conta que apesar de ser “romântico e muito íntima, esta posição também mostra a falta de independência do outro.”

Apesar de estudos do sono mostrarem que 94% dos casais que passam a noite em contato uns com os outros estão felizes com seu relacionamento, Corrine acredita que autonomia no quarto não é uma coisa ruim. E considerando que 25% dos casais discutem na cama, justamente por dormirem mal com a presença do outro, não é de se admirar que um em cada cinco casais britânicos optem por dormir em camas separadas.

  • 94% dos casais que dormem em contato com o outro estão felizes com o relacionamentos;
  • 10% dos casais dormem separados para ter uma boa noite de sono;
  • 25% dos casais reclamam e discutem por não conseguirem dormir bem por causa do parceiro.

A fisioterapeuta Sammy Margo, autora do livro “O Guia do Sono Bom” também acredita que os casais não devem se sentir mal por dormirem separados se isso os faz ter uma noite melhor de sono.

Ela disse: “Dormir separadamente com frequência não tem nada a ver com o status do relacionamento de um casal, mas sim com a necessidade urgente de ter uma boa noite de sono e acordar mais descansado e disposto no dia seguinte”.

“Muitas vezes, isso começa a acontecer quando um dos dois está doente, com tosse, dor no corpo, etc e se desloca para outro lado, com o intuito de não perturbar o seu parceiro (ou, em alguns casos, dorme em outra cama) e ambos desfrutam de uma boa noite de sono, e por isso, eles decidem dormir sempre assim para conforto mútuo.

Ela também aponta que os homens e as mulheres dormem de forma diferente: “Os homens passam mais tempo na primeira fase do sono e as mulheres gastam mais tempo no sono de ondas lentas. “As flutuações hormonais devido ao ciclo menstrual também podem interromper o sono de muitas mulheres. Em suma, homens e mulheres têm diferentes necessidades de sono”.

“As estatísticas mostram que as pessoas que dormem mal têm uma taxa de divórcio mais elevado – por isso, se você persistir em compartilhar a cama, apesar de ter seu sono interrompido, você corre o risco de não apenas piorar o seu desempenho no trabalho, ter uma concentração reduzida e problemas de saúde, mas terá também problemas no seu relacionamento”, completa.

Como garantir uma boa noite de sono com seu parceiro

A fisioterapeuta e especialista em sono Sammy Margo explica como partilhar uma cama sem perder o sono:

Problema: Ronco

O que fazer: Uma coisa que você pode querer fazer se o seu parceiro roncar é gravar ele roncando. Deixe o gravador ou a câmera ligada durante a noite e grave tudo. Muitas vezes, os primeiros passos em lidar com o ronco está em fazer quem ronca acreditar que ronca e que isso realmente incomoda; por isso, uma “prova” como um áudio ou vídeo pode ser a solução para os seus problemas, uma vez que ele irá se solidarizar e encontrar uma solução para isso.

Outra estratégia é ir para a cama primeiro, pois se você estiver na fase de sono profundo quando o seu parceiro for para a cama, o ronco dele pode ser menos propenso a interromper o seu sono.

Problema: Pernas Inquietas

O que fazer: O seu parceiro pode ter síndrome de pernas inquietas ou uma condição relacionada chamada movimentos periódicos dos membros durante o sono, por isso uma consulta é necessária para descobrir esta condição e tratá-la.

Problema: alergias

O que fazer: Se as alergias são um problema, anti-histamínicos podem ser a resposta ou simplesmente limpar o seu quarto e arejar a sua cama mais durante o dia. Certifique-se também que você não está usando detergentes que estão causando irritações. Comprar uma cama mais alta, com uma distância maior do chão, também ajuda.

Se isso não for possível, tente um colchão que feche ao meio ou tente colocar dois colchões de solteiro em uma cama; desta forma, é muito menos provável que você seja acordada.

Problema: Diferença na temperatura corporal

O que fazer: A resposta óbvia é comprar e usar edredons individuais separados. Você pode então escolher ainda o peso e textura do tecido do edredom que você deseja. Não se esqueça de que um quarto fresco é ideal para um bom sono. Vestir fibras naturais leves como algodão na cama também irá ajudar a regular o calor do corpo.

Problema: Você é uma pedra e ele uma coruja (ou vice-versa)

O que fazer: Substitua todas as lâmpadas de cabeceira por luzes de leitura. Você também deve investir em uma máscara de olho para bloquear toda a luz. Pode-se adquirir também protetores de ouvido para quem tem sono leve não acordar com qualquer ruído.

Quem tem sono pesado deve ficar sem os tampões, pois é importante um dos dois ser capaz de ouvir um alarme disparar, seja o de segurança, alarme de incêndio ou qualquer emergência.

Dormimos mais levemente na segunda metade da noite, por isso, se um de vocês levanta cedo, é provável que o outro possa acordar mais facilmente. Por isso, o que levanta antes pode já deixar as roupas separadas em outro cômodo para não incomodar o outro. Se nada disso adiantar pode ser que vocês precisem dormir em cômodos separados.


Como você e seu parceiro costumam dormir à noite? Acredita que isso pode realmente demonstrar como anda o relacionamento de vocês? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

VÍDEOS RELACIONADOS


publicidade

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*