Casal triste

Está Triste Dias Depois do Casamento? Calma, Esse É um Sintoma Comum

Quando as luzes foram retiradas, quando o bolo que sobrou finalmente acaba e a lua de mel ficou apenas na lembrança, é comum sentir um pouco de tristeza depois do casamento. Impregnada com a súbita percepção de que a festa de casamento acabou, uma onda de emoções anteriormente mantida de lado pode começar a recair no colo dos recém-casados ​​que achavam que estariam felizes nesse ponto da relação.

  Continua Depois da Publicidade  

Colin Cowie, um planejador de casamentos de Nova York, diz que é compreensível ter esses sentimentos porque, “depois de meses e às vezes anos de planejamento, tudo de repente acaba – antes que você perceba, não há mais ligações com o cerimonialista, degustações, acessórios finais, etc”.

Algumas noivas e noivos também podem expressar tristeza depois de analisar o dia e perceber que suas expectativas não foram atendidas. “Em certos casos, eu tive noivas expressando o desejo de planejar o casamento novamente, apenas para conseguir sentir a sensação novamente e com mais verdade, sem o nervosismo anterior” ou ainda “para mudar as coisas do dia que não foram como os recém-casados ​​queriam”, explica Kimberly Fu Skubic, principal especialista em eventos da “Envision Weddings and Events” também em Nova York.

A pressão para planejar um dia perfeito pode levar a um estresse extra e uma tristeza depois que o casal finalmente diz o “sim”. O psiquiatra Dr. Yusra Ahmad explica que, quando as emoções ruins são postas em espera, elas podem se tornar ainda mais evidentes quando chega a hora de encará-las de verdade.

  Continua Depois da Publicidade  

“Casamentos exemplificam nossa obsessão cultural com ideais perfeitos quando se trata de comportamento, romance e beleza; o que deixa muito pouco espaço para qualquer problema, briga ou dores”, diz ela. “Isso leva a uma situação de panela de pressão onde a raiva, o ressentimento ou a tristeza se acumulam até que essas emoções saiam explosivamente ou durante o estágio de planejamento do casamento ou após o casamento acabar”.

Então, o que fazer?

Primeiro, reconheça que seus sentimentos são válidos. Amigos e parentes podem ter pensado que seu grande dia foi realmente perfeito – então, como você pode se sentir mal sobre ele? Quando todos estiverem perguntando: “Como foi o casamento?”, escolha falar sobre isso com pessoas que possam compreender melhor por que você não achou que o dia foi tão perfeito assim, e principalmente, pessoas que estejam tranquilas em ser francas com você, porque afinal, é comum que o dia perfeito não seja tão perfeito assim, porque, convenhamos, nada é.

O professor de pesquisa da Universidade de Denver, Scott Stanley, aconselha: “Evite compartilhar reações ou emoções assim com pessoas que você conhece como não confiáveis ou que você sabe que não irão te dar nada em troca. Há aqueles que pensam que estão ajudando dizendo: ‘Ah, vai ficar bem. Isso não é nada demais, vá em frente…’ Essas pessoas provavelmente não irão te ajudar, porque são totalmente imparciais, por isso, escolha com sabedoria – escolha uma pessoa que irá validar seus sentimentos”.

Já Colin Cowie sugere fazer uma comemoração mais casual, mas ainda animada, algumas semanas após o casamento: “Para os casais que sentem que não aproveitaram as festividades e memórias que celebraram sua união, uma ideia divertida é fazer uma ‘reunião de casamento’, seja ela com a família ou uma combinação de convidados e amigos íntimos. O objetivo é reunir todos, sair e se divertir ao fazer memórias novas e felizes, além de recriar as alegrias do dia do casamento.”

Para os casais que logo irão se casar, o Dr. Ahmad sugere que noivas e noivos tentem impedir a tristeza pós festa de casamento desde o início, estabelecendo limites e priorizando quaisquer elementos que sejam mais importantes para eles.

  Continua Depois da Publicidade  

“Como noiva, você não precisa esperar por nenhuma mudança ou aprovação imposta pela sociedade. Você pode começar tentando entender si mesma, seu parceiro e sua família. Comunique suas necessidades para o dia abertamente e honestamente e peça à sua família para fazer o mesmo. Prepare o cenário para isso cedo, explicando por que é tão importante para você. Você pode reduzir a tendência de erros no dia do casamento e fazer as coisas de forma diferente. Você vai precisar de um pouco mais de consciência de si mesma, assertividade e esforço – o que é inegavelmente difícil, mas absolutamente valioso”.

Finalmente, pense em coisas que são apenas para você (ou para você e seu noivo) durante o planejamento do casamento: Scott Stanley sugere que os casais incorporem “válvulas de escape” no processo de planejamento e no próprio casamento.

“As pessoas precisam de pausas, tempo de inatividade, tempo refletindo, oportunidades para não fazer nada e um pouco de tempo para si; fazer isso torna mais provável que elas possam saborear novas experiências”, diz ele.

  Continua Depois da Publicidade  

“As válvulas de escape são essenciais; os noivos devem tentar apenas estar juntos durante 30 minutos aqui e ali para falar, lembrar e digerir o que aconteceu na festa, durante a festa (as vistas, os cheiros, os sons). Isso seria inteligente, porque permite que os casais sintonizem qualquer sobrecarga sensorial que acabou de acontecer, e assim eles conseguem resolver e passar por coisas não tão boas assim logo no dia do casamento, evitando uma tristeza após o dia.”

Ao tirar esse tempo para o casal, é mais provável que, depois do casamento, vocês sejam confortados pela feliz nostalgia ao invés de ficarem inundados de lembranças de alguns detalhes que não saíram como vocês queriam, e pelo vazio ao retornar à vida cotidiana.

Após o casamento sempre tirem também um tempo para vocês fazerem novas lembranças como um casal recém-casado, e deixar o dia da festa de casamento como apenas mais uma boa lembrança.

Você passou por esse sentimento após o dia do seu casamento? Conhece alguém que tenha sofrido com isso? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média 5,00)
Loading...
  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×