lidar-com-um-namorado-desempregado

Dicas de Namoro com um Homem Desempregado

Esse é um tema delicado que dificilmente você verá sendo discutido por aí, nos livros que falam de relacionamentos. É importante saber algumas dicas de namoro para lidar com um namorado quando ele está desempregado. Muitas questões estão envolvidas aqui. Você já está há um tempo no relacionamento, pretende ficar junto dele pro resto da sua vida, mas agora ele está passando por um momento difícil e está desempregado. O que fazer? Você irá pagar as saídas de vocês, certo?

Bem, essa é a resposta que a maioria das mulheres que eu já pude entrevistar deram. Mas essa não é a resposta. Por mais que nós não estejamos vendo problemas nisso, para um homem não funciona dessa forma tão simples. O homem certamente já está abalado com essa situação. Ele estar sem emprego é como se faltasse um pedaço dele.

Ele agora não está mais ganhando o seu dinheiro e talvez se sinta um homem impotente por causa disso. Ou seja, como você simplesmente irá pagar tudo nessas circunstâncias? Ele talvez fique pior do que já está. Vejamos abaixo algumas dicas de namoro para esta tão complicada situação.

“Ah, mas os homens têm que deixar de ser machistas e parar com essas bobeiras.”

Amiga, eu te entendo, de verdade, mas se o meu objetivo aqui é te fornecer dicas de namoro para que você consiga lidar bem com essa situação (com um namorado que você realmente quer ficar junto) então temos que encarar a verdade.

Não é uma questão de machismo. Isso é mais forte que ele. Ele poderá até aceitar o dinheiro e compreender que isso está acontecendo naquela situação e que não será assim sempre, mas ainda sim ele poderá se sentir humilhado.

O Que Fazer?

Querendo mesmo ajudar, não deixe que ele se sinta menor com isso. Primeiramente, esteja sempre em um estado de apoio. Não é só falar que tudo irá passar e que voltará ao normal. Quando for dizer, diga isso com tranquilidade, demonstre que você tem confiança na capacidade dele e que logo isso irá se resolver, porque ele é bom o suficiente e não vai demorar para aparecer algo.

Coloque-o pra cima, faça isso parecer pequeno. Lembre das conquistas dele. Faça-o ver tudo que ele já conquistou até agora. Isso será apenas um pequeno obstáculo se você conseguir fazer isso. Além do mais, ele vai te valorizar muito quando conseguir outro emprego e perceber o quanto foi decisivo você seguir essas dicas de namoro e estar ao lado dele para ele ficar bem consigo mesmo.

Segundo, você precisa analisar os lugares aonde podem ir

Vocês não vão deixar de sair caso ele esteja desempregado. Mesmo que você diga para deixar pra lá, ele cairá na mesma questão de se sentir humilhado por isso. O que você pode fazer é reduzir as saídas e, quando saírem, deixar para que sejam em lugares mais baratos.

É simples. Quando ele disser para sair, diga que está cansada e para deixar para a outra semana (ou para o dia tal). Dessa forma, ele não ficará pensando na questão de estar desempregado e não poder sair por causa disso (e talvez ele nem insista muito com você, por estar nessa situação).

A partir daí, quando saírem, sugira os lugares mais baratos – para ficar menos “pesado”. Na hora de pagar a conta, não precisa sugerir para você pagar (já que isso iria contra o que estou dizendo aqui). Divida a conta, e antes que ele diga não, diga: “É só por agora amor, você sempre paga tudo, desde que saímos juntos, o que custa eu pagar a minha parte?”.

Acredite, além de ser mais fácil dele aceitar assim, ele não ficará com um peso enorme por você ter pago a conta, já que você apenas pagou a sua parte.

Eu entendo que muitas mulheres rejeitem isso, achando que simplesmente deveriam pagar e que os homens deveriam parar de ser assim. Mas amiga, estamos falando de ego e de um histórico masculino enorme.

Se você não achar essas dicas de namoro para esta situação válidas, pode deixá-las para lá. No entanto, se você concorda que é uma situação delicada, elas ficam aí. Espero que elas sirvam de auxílio.

Se você já passou por uma situação parecida, ou conhece alguém próxima de você que passou por isso, comente abaixo essas experiências para ajudar quem estiver precisando!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Publicidade

14 comentários

  1. engraçado que há muitos artigos orientando a mulher a “não ferir o ego do namorado sem dinheiro”, mas poucos falam dos caras que acabam se acomodando nessa. e olha, é muito mais comum do que se pensa, várias amigas sofrem com caras folgados…

    • Com certeza meninas,meu namorado esta desempregado,terminou a faculdade e faz alguns trabalhos particulares como arranjar computadores e o pagam,,,,mas noto que ele precisa de um emprego

  2. Concordo Caren com você. Estou passando por esta fase em meu relacionamento e não achei nenhum em que falam que os homens começam a ficar mal acostumados isto sim com esta situação. No meu caso, o meu namorado está desempregado já há vários meses e agora começou a fazer um curso e me disse que não pretende arrumar emprego agora, porque seria incompatível com o horário do curso. mas sabe porque? Porque nos 06 meses em que está desempregado, eu que nem boba, fui compreensiva, saia e pagava contas e na maioria das vezes fazia a vontadizinha dele, ou seja, ficava em casa, assistindo tv e me rendendo aos caprichos dele.. agora decidi que não quero isto mais… ter dó dele e eu como fico . Infelizmente sem dinheiro, não existe amor também.. o amor não resiste a falta de grana.. de jeito nenhum.

    • Super concordo com você. E esse negócio da mulher pagar a conta, não rola, não comigo. Estou namorando há 9 meses, e ele está desempregado desde o início do namoro.Sempre fui extremamente compreensível e incentivadora quanto a logo ele arrumar um emprego. Ele pagava tudo nos cartões de créditos, da qual a mãe dele o disponibilizava, de 3 meses p cá, ela cortou todos, deixou apenas um, com poucos limites. Eu pago minha parte dos lanches, e já conversei muito sério com ele. Que essa situação tá ficando tensa, pq namorar com homem que depende dos pais, n traz a menor segurança pra mulher e sem contar que é chato demais. Ele smp diz que tá procurando emprego mas n consegue, e eu continuo sendo compreensíva, só não sei até quando serei…

  3. Olá meninas tbm estou passando por isso acho q homens é nem mulheres que sempre trabalhou deve se acomodar a esta situação pois acostuma com o comodismo aí meu amigo pra sair desda situação fica tenso principalmente homens que tem o papel de assumir o chefe da casa não dou moleza não o meu namoradinho está desempregado e todos os dias brigo com ele sobre este assunto não vou ficar pagando uma de mãe de ninguém não ….caramba me irrita este assunto de homem desempregado 🙁

    • É claro que você não vai gostar do vou dizer, mas comodismo se o cara senta e espera o mundo acabar, mas se ele se propõe a fazer algo (no caso assumir os afazeres domésticos) não vejo nenhum problema. Salvo se só o seu salário também não basta para sustentar a casa e ele realmente NÃO TENTA alguma coisa.
      Amar gente rica e bacana eu também consigo.

  4. Pra ser sincera, o que eu acho é que muitas mulheres pagam de independentes e na realidade é dependentes de homem. Sabe o que essas mulheres de hoje em dia querem? Um homem e que trabalhe e pague suas contas. Um cara que tem casa e um carro. Minha filha se você quer um homem assim, desculpa você não é nada independente. Se você não suporta um homem desempregado então more sozinha, não tenha relacionamentos, poque se em um namoro você não pode suportar o que o homem passa no momento da dificuldade imagine se estivesse casada? Vocês suas mulherzinhas de meia tigela que não aguenta seus namoradinhos desempregados porque ele virou folgado é culpa sua tá? Porque quem molda o homem é a mulher, quem bota o homem pra frente é a mulher, se ele não foi pra frente com você é porque você não é o suficiente para fazer crescê-lo e sim o suficiente para ter um homem e para te bancar e quando for mais na frente ele jogar na sua cara que quem conseguiu as coisas foi ele e não você. Sabe porque eu falo isto? Porque quando minha mãe conheceu meu pai ele estava desempregado, os dois não tinham nada. Minha mãe que botou ele pra frente, hoje eles tem uma família formada e vivem bem com 26 anos de casados. Meu pais ficou cerca de um ano desempregado e nem por isto minha mãe ficou de bla bla bvla igual vocês. E não é so minha mãe como minha colega de trabalho que casou com um cara desempregado e hoje eles tem duas casa e três carro e uma família feliz. E meu amigo gerente de um banco que era apenas um operador de máquinas ao seus 18 que conheceu uma bela mulher e com ela teve filhos , fez sua primeira faculdade e agora é um homem nato. Se você tem um homem e passa por esta dificuldade ajude a procurar um emprego, até porque hoje o emprego está dificil, você tem que ser mulher o bastante para compreendê-lo, para apoiá-lo se não outra mulher vai fazer isto por você e depois quando ele estiver bem da vida você vai ficar de mimimi. Eu tenho um namorado desempregado, mas ele não pago as minhas contas e nem eu as dele, até um jeito de ganhar renda extra nós conseguimos e vamos muito mais além , até porque acredito em nós e acredito que sou uma mulher suficiente para fazê-lo um homem.

  5. Em resposta a amiga acima, bem, vou dar minha opinião. Sou gay e namoro com um cara que já conheci desempregado, o que acontece é o seguinte:
    Você diz que temos que aguentar o cara desempregado e mostrar que somos fortes e tals. Mas eu já penso diferente, o cara que tá desempregado, tá porque quer ou melhor dizendo, tá desempregado porque não aceita o salário / condição do emprego oferecido, porque eu por experiência própria sei que quando se quer trabalhar você consegue. Não tem essa de emprego hoje está difícil, emprego BOM está difícil, mas pra sair do zero minha filha, da noite pro dia você querendo vc arruma emprego. Eu trabalhava num bom emprego e fui demitido, acha que ia ficar de mimimi esperando minha mãe ou meu namorado me bancar? Nem ferrando, tenho saúde e não preciso passar por isso. Arrumei emprego de telemarketing, e ainda engatei meu irmão também. Não aguente ver macho dizer que não consegue emprego isso pra mim é PREGUIÇA. Ganhávamos 880,00 e um vr que dava pra comprar um salgado no almoço. Mas trabalhei, me manti, paguei minhas contas, e arrumei um trampo melhor.
    Então pra vocês mulheres que estão com namoro arrastando sem grana, dá um ultimato no infeliz, ou trabalha ou me larga, porque sangue suga tem de monte, procure um homem não um parasita.
    Vou fazer isso com meu namorado hoje, ou ele toma jeito ou rua, e tem mais, vou pedir um tempo e falar pra ele me procurar quando arrumar emprego, quem sustenta macho barbado é gata.

    • Concordo com o David, existem 11 milhões de desempregados por que são todos preguiçosos….Veja você, a crise financeira chega e a preguiça pega geral…..Por favor né!!!!

      “Se você acha que está de pé, cuidado para não cair.”

    • Você falou tudo. Realmente, emprego BOM é que está difícil, esse papo que emprego está difícil é papo. Eu por exemplo, sou universitária e estou estudando pra concurso, pois é o que eu quero HOJE pra minha vida. Pois se fosse pra eu estar trabalhando por um salário mínimo, iá estaria há muito tempo. Porém, prefiro passar 8/9 meses me dedicando a um concurso pra ganhar bem melhor do que ralar o dia inteiro pra ganhar um salário mínimo. Mas cada pessoa sabe onde o sapato aperta… Tudo na vida exige esforço, essa geração que diz que o emprego tá difícil é a mesma que passa o dia inteiro no WHATSAAP, acordando meio dia sim senhora e vento TV, não generalizando, mas falo da maioria.

  6. Frases bíblicas eu também conheço: Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos, e sê sábio.
    Pois ela, não tendo chefe, nem guarda, nem dominador,
    Prepara no verão o seu pão; na sega ajunta o seu mantimento.

    Não conheço 11 milhões de desempregados, conheço meus familiares, pobres, sem estudo, que se agarram na primeira oportunidade de trabalhar que surge e vão em frente. O que sei é que sentar e chorar porque o país tá em crise não vai trazer grana pro bolso, arregaçar as mangas e ir a luta talvez sim.

    E não tenho medo de cair não, porque do chão a gente não passa, se eu perder meu emprego, tem lugares especializados em encontrar vagas urgentes por todo lugar, sem trabalhar eu não fico =)

  7. Eu era bancário, ganhava um excelente salário até ficar desempregado a 60 dias. Meu namoro tinha seus problemas, discussões como todos os outros, mas enquanto eu estava trabalhando ia tudo bem. Viajava as vezes, pizza, sushi, sorvete, cinema, mercado, gasolina etc. Eu sempre pagava, pois ela não estava trabalhando e não tinha grana. Ela ajudava no que podia, fazia doces e vendia na faculdade, tinha o dinheiro dela, pagava algumas coisas quando saíamos e sempre me ajudou na casa, limpando e organizando. Sempre foi uma mulher muito caprichosa e vaidosa.

    Quando fiquei desempregado meu namoro durou menos de 30 dias. Foi no dia 08/06 e terminamos dia 05/08 bem no aniversário da minha mâe. Começamos a discutir por outras coisas, desentendimentos banais, acredito que não só eu estava muito sobrecarregado mas ela também, devido a problemas familiares e de saúde. Chegamos a ficar 1 semana sem se falar direito e no dia 05 ela veio conversar comigo pelo whats querendo saber o que iriamos fazer.

    Eu pedi um tempo pois precisava me organizar, eu não conseguia pensar direito, não sabia qual rumo tomar. Mas ela não aceitou. Tomei coragem e perguntei o que ela sentia por mim de verdade, ela disse que sentia um carinho especial. Na sequencia ela sugeriu que deveríamos terminar.
    Eu não ia pedir pra ela não terminar, pra ela me esperar, não. Eu aceitei e não relutei. Não discordei, pois amor a gente não deve pedir, e sim ganhar. Amor deve ser dado de bom grado, custe o que custar.

    Me senti a pior pessoa do mundo. Fui taxado de bi-polar, de enrolador, de mentiroso, de tudo. Mas uma coisa eu lhes digo, sempre fui honesto e verdadeiro. Eu amo ela ainda, e sempre tentei fazer o melhor. Queria casar, morar junto etc. Mas sentia uma desconfiança no trabalho, eu já estava esperando que algo iria acontecer, só não sabia quando.
    Talvez tudo isso seja um teste pra ver se realmente era amor mesmo. Talvez ela tenha se cansado, conhecido outra pessoa… Sei lá, vai entender o que se passa.

    Acho que estou passando pela pior fase da minha vida, de uma hora para outra meu mundo desabou. Emprego, relacionamento, finanças, saúde…

    É nessas horas que a gente vê quem está realmente ao nosso lado.

    Abs,
    Jack

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*