e-errado-ser-bissexual

Como Perder o Receio de Transar com Outra Mulher

Muitas mulheres já experimentaram transar com outra mulher sem que, por causa disso, se considerasse bissexual. É aquela época de faculdade, ou mesmo de adolescência, onde as experiências valem muito e onde os hormônios estão à flor da pele. Mas por que essas mulheres não se consideram bissexuais? Aliás, o que é preciso para ser considerada bissexual?

Antigamente era muito simples, as pessoas eram definidas pelo simples fato de transar com outra mulher uma vez. Inclusive, era bem provável que a pessoa fosse considerada lésbica pelo simples fato de ter beijado uma mulher. Hoje em dia sabemos que isso não é verdade. Já existem várias escalas onde uma pessoa é mais (na parte de cima da escala) ou menos (na parte de baixo da escala) homossexual ou bissexual, dependendo dos gostos e das escolhas.

Se você gosta de transar com outra mulher, além de naturalmente os homens, não há motivo para você não se considerar bissexual (independente do nível que você esteja) mas, se você está apenas experimentando, como deveria se definir?

A resposta é: Não perca seu tempo com isso! Para que você precisa de um rótulo? É completamente desnecessário um nome para definir experiências que você está tendo.

Inclusive, muitas mulheres deixam de experimentar por ficarem preocupadas com essas definições. Isso igualmente é válido para o mundo do ménage, caso a mulher nunca tenha experimentado transar com outra mulher. Virá aquela preocupação sobre o seu marido ficar ou não pensando que você é bissexual.

Não se importe com essas definições (mesmo que elas existam), afinal, o que há de errado, ainda que você fosse? O que é certo e o que é errado? Você verá julgamentos negativos quanto a isso vindo da posição dos religiosos e da “moral conservadora”. Quanto à moral conservadora nem preciso dizer mais nada, não é mesmo? Tomar como verdade coisas do passado, nitidamente retrógradas e com valores familiares (geralmente hipócritas) ultrapassados, não é algo sensato.

Quanto à religião. Bem, não tenho o que criticar já que essa é uma visão particular, mas posso fazer uma aposta, que eu considero segura, de que, se você está lendo esse artigo é porque, ou você não tem uma religião cuja posição é rigorosa quanto a isso ou, se tem, você não dá muita importância para isso.

Não se prenda a esses conceitos. A experiência deve ser feita, ou não, baseada exclusivamente em um único item: sua vontade! É ela que deverá definir se você irá dar asas as suas experiência na busca de uma vida sexual cada vez mais plena.

E você, já experimentou transar com outra mulher? Como foi a sua experiência? Você se sentiu bissexual somente por isso? Comente logo abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (12 votos, média: 4,42 de 5)
Loading...

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*