Amigos virtuais

Como Fazer Amizades Verdadeiras em Tempo de Internet?

Muito se fala sobre a internet, e nisso se insere as redes sociais, se elas estão minando as amizades verdadeiras e transformando as relações em superficiais. Existem defensores dos dois lados, e realmente é compreensível entender por que muitas pessoas não acreditam na amizade via internet, mas também existem alguns pontos importantes dos internautas sobre a realidade das relações existentes no virtual.

Muitas pessoas podem iniciar uma amizade por aplicativos e redes sociais como o Facebook e Twitter e se tornar grandes amigos realmente, saindo juntos, se divertindo e contando um com o outro nos momentos mais difíceis. E não há nada de errado com isso, pois isso não significa que a amizade é mais ou menos verdadeira por ter iniciado na internet. O problema (ou não) é quando a amizade não ultrapassa as barreiras do ambiente virtual.

Escritora conhece seus amigos do Facebook pessoalmente

A escritora estadunidense Arlynn Presser, de 51 anos teve uma ideia interessante após terminar um casamento longo de 23 anos: ela decidiu conhecer pessoalmente todos os seus 325 amigos do Facebook. Arlynn se sentia muito sozinha após o casamento, com seus dois filhos, um de 23 anos e outra de 19 anos que haviam saído de casa para começar a descobrir o mundo e andar com suas próprias pernas. Ela disse em entrevista que se sentia desconectada da família e que sempre se apoiou muito nos amigos do Facebook, alguns deles ela não via fazia tempos e outros nunca chegou a conhecer.

Assim, de janeiro a dezembro de 2011 ela tomou para si a missão de se encontrar com todos os seus contatos para um bate papo despretensioso. Arlynn deixou a pequena cidade de Winnetka nos Estados Unidos e comprou várias passagens para 51 cidades divididas em 11 países diferentes. A sua aventura se resume a 45 voos e o encontro com 292 amigos do Facebook (quase todos os seus contatos).

Essa pequena jornada fez com que Arlynn encarasse a vida de uma outra forma, estabelecesse conexão humana e melhorasse seu maior inimigo interior: um distúrbio de ansiedade que a impedia de sair de casa. Alguns poucos contatos não quiseram se encontrar com ela e um outro exigiu que ela fosse sozinha à casa dele (estranho), e obviamente ela recusou. Ao final, o saldo foi positivo, apesar de dizer que sentiu certo estranhamento com algumas pessoas, o que é normal sendo que foi o primeiro encontro.

Existem amizades verdadeiras em tempos de internet?

Alguns filósofos afirmam que a versão de amizade virtual é inferior à real e que acreditar que essas amizades a distância substituirão as presenciais é pura ilusão. Muitos deles recomendam que se faça um esforço para conseguir se aproximar das pessoas presencialmente nos lugares em que frequenta.

Por que não iniciar uma conversação em um jogo de futebol, em um bar, uma festa, na faculdade, um sarau, um curso, enfim…Por que parece ser tão difícil se aproximar das pessoas? Talvez a explicação seja porque muitas delas, talvez a grande maioria, não se permita. Muitas pessoas vivem tão fechadas que não dão a mínima abertura para alguém se aproximar. Mesmo que alguém tenha pensando em puxar assunto, dependendo da postura da outra pessoa, logo se desiste.

As pessoas estão cada vez menos sociáveis e isso contribui para criar um afastamento natural, o que não é nada saudável. Isso talvez ocorra por medo, por preservação da segurança (a síndrome de que tudo e todos são suspeitos), por individualismo ou por achar que já possui quantidade suficiente de amigos.

A questão é: nunca existe quantidade de amigos “suficientes”, então pra que se limitar, fechar portas para pessoas que poderiam fazer toda a diferença na sua vida? Você nunca sabe quem pode encontrar ao virar da esquina, e pode ser ainda que você encontre o seu verdadeiro melhor amigo ou amiga pelas andanças nesse mundo. Por isso, deve-se sempre manter a mente aberta e estar disponível para as pessoas ao seu redor, sendo solícita e simpática sempre.

Amizades verdadeiras estão em todo lugar

Assim como você pode encontrar um amigo de verdade ao virar à esquina, você também pode encontrar amizades verdadeiras pela internet. O problema não está em usar o meio virtual como ferramenta de aproximação exclusivamente, mas em não perpetuar ou estender essa amizade para fora da tela do computador ou do celular.

Ouve-se de muitos casos de amigos e inclusive namorados que se conheceram pelo falecido Orkut, pelo Twitter, Face, Instagram, Tinder e outros aplicativos de relacionamentos. Muitas pessoas, por exemplo, baixam os apps de relacionamentos para encontrar um par, mas no meio do caminho conhecem muitas pessoas e podem fazer grandes amizades verdadeiras. Em certos momentos a química e atração física não rola como se imaginava a distância, e o encanto romântico e sexual se quebra, porém, em contrapartida pode ser que a sintonia e a ligação seja forte para uma amizade e os interesses e assuntos fluam com facilidade entre vocês. Neste caso, por que não preservar a amizade?

Não se deve fechar os olhos para as possibilidades. Por mais que você esteja focada em buscar um namorado, isso não significa que você precisa dispensar aquelas pessoas que não se encaixam nesse rótulo. Faça amigos, pois na verdade são eles quem você mais precisa. Quem irá te ajudar e colocar pra cima ao término de um relacionamento? Amigos. Nunca menospreze o poder que os amigos têm e nunca ache que já tem amigos “demais”. Isso não existe. Obviamente você terá poucas que poderá dizer que realmente são amizades verdadeiras, mas isso não é impedimento para estabelecer outras conexões sociais e amizades superficiais.

Descoberta de afinidades

O interessante das redes sociais e aplicativos são que eles facilitam a sua vida. Em uma primeira conexão pessoalmentevocê se arrisca, pois não sabe absolutamente nada da pessoa e pode ser que se surpreenda negativamente ao saber sobre os ideais, gostos e estilo, mas também pode ser que a surpresa seja positiva, mas nesse meio tempo você pode se decepcionar e perder muito tempo com pessoas que não condizem com seu estilo e linha de pensamento.

Já nas redes sociais esse trabalho é poupado, pois você já sabe previamente sobre os gostos da pessoa através de uma breve análise do perfil, verificando gostos musicais, livros que lê, filmes que assiste, fotos, tipos de publicações na timeline, enfim, isso diz muito sobre uma pessoa. Os apps são ainda mais diretos, pois costumam te indicar às pessoas que mais combinam e têm afinidades com você. Ao montar um perfil seu sobre seus gostos, ele correlacionará apenas pessoas que tenham gostos em comuns, o que torna tudo mais fácil, inclusive para iniciar um bate papo.

Amizade verdadeira existe?

Amizades verdadeiras existem e podem surgir quando você menos espera. Você pode estabelecer esse laço mais profundo com conhecidos seus, puxando papo com pessoas que você tem na sua rede de contatos, mas nunca trocou ideia realmente. É natural que isso demore um pouco para acontecer, pois você tem que se mostrar interessado pela outra pessoa, no que ela diz e pensa e isso exige esforço, portanto só faça se realmente estiver interessado. Até ganhar confiança é um longo caminho e deve-se saber esperar e respeitar o espaço e tempo de cada um.

Você deve expor o que pensa, sem nunca omitir nada, mas sempre respeitando a opinião do outro. O espaço para a democracia e liberdade de expressão devem existir sempre. Também é importante estar sempre por perto e disposto a ajudar em situações de dificuldade. Amizades verdadeiras são aquelas que não somem quando você está na pior. Boa sorte!

Você acredita que existam amizades verdadeiras a partir da internet? Já teve um amigo virtual? Já o encontrou pessoalmente, ou ficou só nisso? Comente abaixo sua história!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

3 comentários

  1. Sempre tentei fazer amigos ao redor do mundo, no entanto nunca deu certo. Sempre encontro uma pessoa com mais problemas que a outra, seja por problemas de saúde e se afastam e nunca mais voltam ou outros que são intransigentes,, mentirosos de plantão, grosseiros, vazios, etc e encontram na internet um território de fuga pra suas loucuras e problemas.
    Não que os relacionamentos pessoais , na vida real também não sejam assim. No entanto como brasileiro é aberto a tudo, o melhor a fazer é ficar mais recluso e se preservar mais! Na selva de pedra da internet, não há punições pra esse tipo de pessoas, que se aproveitam da nossa boa fé. Deitam e rolam e não tem valores humanos. Mas o mundo gira pra todos e o que aqui se faz aqui se recebe como consequência de suas ações. Independente do meio respeito é bom e todo mundo gosta. Infelizmente a nova geração está cada vez mais perdida enlouquecendo os mais velhos.
    Na dúvida, melhor não ter amigos virtuais e se tiver, muito cuidado com o que se conta. Nunca espere que façam por vc o mesmo que vc faz pelos outros!

  2. A coisa é simples eu acho, não a nada provando que relacionamentos virtuais são mais perigosos que os reais, sou um cara esperto, percebo uma farsa a quilômetros, mas nem todos são assim por varios motivos, especialmente a carência, o negocio é ir devagar, sempre abrir a CAM pra saber se está falando mesmo com quem acha que está, eu praticamente só faço amizade virtual ultimamente, é muito bom, nunca entrei em enrascada. ah, e por falar nisso sou mineiro mas trabalho em Goiás, quem quiser me add no skp aí é fss.77.

  3. E muito perigoso tem que ter muito cuidado.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*