Mulher escutando música

Aprenda Como Ser Feliz Sozinha

A cultura no Brasil é bem diferente do que em outros países, ditos mais liberais. Aqui, a visão machista determina que uma mulher só será feliz e realizada – como gostam de falar – se tiver filhos e um marido. Ela pode ser formada, ter pós-graduação, ser bem sucedida no trabalho que desenvolve, ter família e amigos queridos, mas nada disso tem valor se ela não encontrar alguém, um companheiro que seja sua “cara metade” para se casar e construir uma família.

Esse pensamento é basicamente o cúmulo do absurdo. Quem teve a audácia de estabelecer que uma mulher ou qualquer pessoa que seja não sabe como ser feliz sozinha? Desde quando ser feliz depende de outra pessoa? Para começo de conversa, qualquer tipo de dependência, seja ela emocional ou financeira, não é nem um pouco saudável e só faz as pessoas estagnarem ao invés de crescer e se desenvolver cada vez mais.

Da onde vem o pensamento conservador?

Provavelmente esse pensamento de que a felicidade se restringe a casar e procriar vem de uma época em que moral e bons costumes disseminados pela religião faziam a cabeça das pessoas – e que até hoje ainda fazem.

Essa ideia ultrapassada continua sendo perpetuada pelas novas gerações, o que torna cada vez mais difícil desfazer essa afirmação completamente equivocada, machista, deturpada e ridícula, para dizer o mínimo.

Até mesmo os desenhos animados e os contos infantis estabelecem essa visão desde a fase inicial da criança. Você já viu alguma das princesas morrer sozinha? Sempre ela encontra seu príncipe encantado e vivem felizes para sempre, após terem passado por diversas provações.

E nas novelas televisivas, até mesmo as atuais, por mais que estejam querendo inserir a questão homossexual, pode-se observar que ninguém (a não ser o vilão/vilã) acaba sozinho. Isso porque, na visão geral da nação, alguém só pode ser feliz na companhia de um outro alguém. Se avaliarmos as porcentagens de todas as novelas que acabam com casamento e mulheres grávidas provavelmente se chegará ao 100% ou muito próximo disso.

Como combater essa ideia?

A notícia da vez é que a felicidade não está na troca de alianças e nem no útero fértil da mulher. A resposta é outra, o caminho é muito maior do que isso. Há como ser feliz sozinha nessa vida. Convenhamos que se a felicidade se restringir a casamentos e construção de família, por que as mulheres vieram ao mundo?

Qualquer máquina ultra inovadora pode desempenhar esse papel de gerar e criar filhos. Não se trata de desmerecer ou menosprezar os papeis das mães em suas famílias, pelo contrário, isso é muito importante. Apenas trata-se de ressaltar que a vida não se resume a apenas isso, que há como ser feliz sozinha. As mulheres são muito mais do que isso e se elas quiserem viver sozinhas ou decidirem não ter filhos, tudo bem, ninguém irá crucificá-las por isso.

Deve-se lutar por um mundo de igualdades, em que a mulher optar por viver sozinha seja visto da mesma forma que um homem que opte por esse estilo de vida. Ninguém julga tanto um homem se ele viver solteirão a vida inteira, julga? Infelizmente ainda existem diferenças nesse âmbito e a mulher ainda precisa percorrer um longo caminho para conquistar seu merecido espaço e respeito.

Aceitando a solidão

Por isso, o primeiro passo para aprender como ser feliz sozinha é você mesma aceitar sua condição. Se assim como os outros você se deixar levar pelo que a maioria dissemina burramente, você nunca conseguirá relaxar. Desvencilhe-se dessa ideia de que você é incompleta e que só será feliz novamente quando encontrar “a tampa da sua panela” e que se, por um acaso e consequências da vida vocês terminarem, você terá de desesperadamente encontrar outra “metade da sua laranja” para se sentir preenchida novamente.

Desapegue desses pensamentos clichês e piegas. Não acredite nem mesmo quando Vinícius de Moraes te disser que você nunca poderá ser feliz sozinha, como em sua música “Wave”. Ele não sabe o que estava falando. Não tenha vergonha de ir a alguma festa desacompanhada ou com uma amiga/o. Você não é obrigada a ter namorado/marido. E quando alguém te perguntar se tem namorado, seja um ente familiar ou um completo desconhecido, encha o peito e diga com orgulho que é SOLTEIRA.

Solteira sim, sozinha nunca

Você provavelmente já ouviu essa frase, nem que seja um meme ou na letra da música de um funk, enfim, o que importa é refletir o sentido dessa frase. Não leve a frase pelo lado vulgar, pense que você estar solteira não significa que você está necessariamente sozinha. Na letra do funk o sentido é outro, pois faz referência a se envolver com múltiplos parceiros sexuais e não se prender a ninguém (e por que não?), mas existe uma outra conotação nisso.

Há sim como ser feliz solteira, mas não desacompanhada, ou seja, você obviamente precisará criar laços afetivos, sejam familiares ou amizades, que te coloquem no eixo, te sustentem e te deem forças nos momentos de dificuldade. Por isso, você deve preservar e cultivar os relacionamentos que você tem com sua família de sangue ou a família que você escolheu, no caso, amigos.

É você quem irá selecionar os contatos que se tornarão íntimos ou não de você. Você, e mais ninguém, determina quem entrará na sua vida ou não. Saiba que conhecer gente é sempre bom e enriquece o convívio e as relações interpessoais, por isso não se feche!

Mude o foco

Ao invés de ficar se preocupando com certas coisas desimportantes como encontrar um novo amor, que tal mudar o foco? Descubra que você tem como ser feliz sozinha se desprender-se e desapegar de certas obsessões. Foque e reúna suas energias para desenvolver outras atividades.

Realize coisas que te façam bem, melhorem sua autoestima e seu humor, sua saúde, etc. Existem mil e uma possibilidades que fica até difícil enumerar, mas aqui vão algumas apenas para te dar uma “luz no fim do túnel”: praticar algum esporte ou atividade física, mudar o visual, inciar um curso por hobby, se desenvolver profissionalmente, aprender um novo idioma, dançar, cantar, cozinhar, assistir filmes, ler, sair para bares e baladas. Opções são o que não falta, faça coisas que distraiam, ocupem sua mente e te preencham plenamente.

Faça planejamentos

Para manter seus sonhos sempre vivos, você pode traçar planos de coisas que gostaria de fazer em um futuro próximo ou daqui a alguns anos. Pense em iniciar uma nova pós, viajar pelo mundo, fazer um cruzeiro, desenvolva projetos, planeje qualquer coisa que tenha tudo a ver com você e promova crescimento pessoal, seja profissional ou por satisfação própria.

Manter a mente sempre aberta às possibilidades também é muito importante. Não pense que você está fadada a determinada coisa, você sempre pode mudar de ares e fazer escolhas que mudem o curso da sua vida. Saiba que apenas você determina como será sua vida e ninguém pode interferir nisso. Seja feliz sem se preocupar com que os outros pensam, claro que uma opinião alheia de amigos sempre é bem vinda, mas nunca se deixe influenciar pelos outros, apenas você sabe o que é melhor para si mesma.


Você é uma das pessoas que acredita que não tem como ser feliz sozinha, ou já vive uma vida de solteira feliz há um tempo? Como foram suas últimas experiências de relacionamentos? Comente abaixo.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Um comentário

  1. Nós deixamos de ser felizes quando gostamos de alguém e passamos a colocá-la no topo, ela é a prioridade a acabamos esquecendo da gente. Para gostar de alguém, ou da companhia de outra pessoa, precisamos ficar sozinhos, precisamos aprender a usufruir da nossa própria companhia. Já ouviu aquela velha história de que “Não se ama uma pessoa, se você não souber se amar?” Pois então, pra ser feliz, pra aprender a viver feliz e pra viver sozinho, devemos esquecer as pessoas um pouco, não digo para que sejamos egoistas… Mas nós meus 26 anos de vida, o que eu consegui aprender foi isso: Eu preciso de mim, eu preciso estar bem comigo mesma para estar bem com as outras pessoas. É claro que é gostoso ter a companhia de alguém, mas não é legal quando ela se torna uma dependência nossa… As pessoas enjoam com o tempo, como se fosse uma moda. Passageira como sempre. Não sei, mas acho que devemos aprender a conviver com nós mesmos, com nossos defeitos e qualidades… Essa é a real pra quem quer ser feliz sozinho, faça o seu. Você não precisa de ninguém que não precise de você!!!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*