Mulher com orgasmo

A Massagem Yoni e os Orgasmos Múltiplos

A palavra Yoni é uma palavra de origem sânscrita que pode ter o mesmo significado de “vagina”, mas também pode remeter a “Espaço Sagrado” ou “Templo Sagrado”. Na filosofia Tantra, o Yoni é visto com um olhar de respeito por todos e é um ótimo instrumento de aprendizado para os homens.

Assim, a Massagem Yoni nada mais é do que uma massagem na vagina, feita para estimular a mulher de tal maneira que ela tenha múltiplos orgasmos. O objetivo dessa massagem no Tantra é proporcionar um momento de relaxamento à mulher para que ela possa apagar as preocupações do mundo exterior e imergir completamente na atividade que promove sua satisfação sexual plena. O parceiro é participante fundamental e, por mais que não esteja vivenciando a mesma experiência, ele é o responsável pelo prazer da mulher e pode partilhar com a parceira esse momento especial e também se excitar com a imagem que verá de perto, bem diante de seus olhos.

Benefícios da Massagem Yoni

A massagem Yoni é considerada uma forma de sexo seguro, pois o homem geralmente deve utilizar luvas de látex higienizadas para introduzir os dedos na vagina da mulher. É uma atividade a dois que exige muita confiança e intimidade, por isso poucos casais ainda tentam praticar. Os benefícios da massagem Yoni também têm viés terapêutico, uma vez que muitos especialistas afirmam que essa massagem pode ser fundamental em um processo terapêutico de rompimento de algum trauma sexual, como mulheres que sofreram abusos em alguma fase de suas vidas.

O prazer advindo dessa massagem pode abrir novos olhares, fazendo a mulher enxergar o mundo de outra forma, além de se sentir mais viva, plena, relaxada e feliz. Assim, essa massagem reduz o estresse, causa sensação de bem estar e aumenta a autoestima da mulher, além de trazer mais confiança e intimidade no relacionamento afetivo com o parceiro.

Como funciona?

Diferente do que muitos podem passar, a massagem Yoni não tem o objetivo apenas de gerar orgasmos, na verdade, essa é uma consequência da massagem, um efeito fisiológico e incontrolável da mulher, mas que fica em segundo plano. O objetivo principal é dar prazer e relaxar a mulher, fazendo com que ela desenvolva seus sentidos, principalmente o tato durante o ato. O orgasmo, assim, é visto como um efeito colateral agradável e muito bem vindo. Essa massagem pode gerar orgasmos ou não, depende da mulher, mas quando bem executado é quase impossível não gozar. Se o seu parceiro não levá-la ao orgasmo não é preciso ficar frustrada nem deixá-lo preocupado, pois isso não significa que você não sentiu prazer.

Quando o orgasmo acontece a sensação é mais satisfatória e intensa, mas a falta de orgasmo – caso venha a ocorrer – não desmerece a massagem em si e os efeitos benéficos que ela proporciona. O “doador” – como chamamos o parceiro que executa a massagem Yoni – realiza a massagem sem esperar nada em troca, apenas de espírito e coração aberto. Claro que se o casal quiser prosseguir depois com outras posições, principalmente se a mulher não gozou, eles podem, mas apenas se for uma decisão mútua e não uma troca de favores.

Ritual Pré Massagem Yoni

Existe todo um ritual que deve ser seguido antes de iniciar a massagem Yoni. O ideal é que o casal tome um banho relaxante junto, não só para higienizar as partes íntimas, mas também para criar um elo mais forte entre o casal, iniciando por antecipação o momento íntimo que irão vivenciar. O espaço escolhido para o banho deve ser tranquilo, aromatizado com velas, incensos, essências ou outros cheiros da preferência. Pode-se enfeitar o ambiente com almofadas macias e coloridas e colocar uma música agradável no ambiente em uma altura confortável, que não disperse ou atrapalhe a conexão entre vocês.

Escolha uma música calma, preferencialmente sem letra, apenas para apreciar a melodia e os instrumentos. Assim vocês podem curtir um ao outro na sua plenitude, sem interferência externa. É importante se desligar de todas as preocupações, compromissos, ideias que se prendem ao mundo material e poder interagir com o plano espiritual. Se vocês conseguirem atingir esses status de se sentirem em um outro universo, vocês estão no caminho certo. Lembre-se de não apressar o processo, tudo deve acontecer na sua hora, sem pressa.

Posição e respiração

Após o processo do banho, deve-se deitar a mulher em um espaço confortável entre as almofadas e a uma altura razoável para que o parceiro não precise ficar desconfortável curvado para baixo ou estirado para cima. A altura deve ser equilibrada para que ele possa executar a massagem sem sentir nenhum desconforto. A mulher deve se posicionar como se fosse parir, ou seja, deitar de costas, com os joelhos dobrados e as pernas bem abertas. A sua vagina deve ficar completamente exposta para o seu parceiro. com todos as áreas expostas (clitóris, grandes lábios, ponto G, etc).

O parceiro, para ter acesso completo ao Yoni, pode se posicionar sentado à frente entre as pernas abertas da parceira, mas isso não é regra, ele pode escolher a posição mais conveniente. Antes de começar é muito importante que o casal esteja com a respiração pausada, regular e sintonizada. A respiração ofegante ou hiperventilar só atrapalham, por isso, unam suas energias e iniciem a respiração em conjunto de forma profunda, sentindo o inspirar e o expirar, relaxando completamente o corpo.

A Massagem Yoni

Só então que o parceiro, com as mãos envolvidas pela luva de látex (importante para a higiene, prevenção de doenças e para que a unha não machuque a mulher) pode iniciar as carícias inicialmente nas regiões externas como coxas, abdômen, seios, pernas para que a mulher crie intimidade e se familiarize com o toque do parceiro. Iniciar a massagem já colocando os dedos na vagina pode assustar e criar uma sensação ruim, o que não é o desejado.

Aí então o parceiro já pode despejar o lubrificante na mulher, o suficiente para que cubra toda a área externa. O lubrificante pode ser adquirido em lojas de produtos eróticos, em sex shops, lojas de lingerie, na internet, enfim lembre-se de adquirir com antecedência e escolha um que tenha um aroma que agrade aos dois para não quebrar o clima ou interferir no momento.

Aí é só introduzir os dedos massageando todas as áreas, sem menosprezar nenhuma parte. É importante aplicar pressão em pontos específicos da vagina e em outros agir com suavidade. Em um primeiro momento pode ser que a mulher fique insegura e relutante, pois a sensação é bem diferente de tudo que já vivenciaram, por isso é preciso paciência do parceiro. Quando ele sentir a mulher insegura deve diminuir o ritmo e esperar que ela se acostume com os toques para prosseguir.


Você tem curiosidade de receber uma massagem Yoni? Acha que o seu parceiro seria capaz de fazê-la corretamente em você? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (18 votos, média: 4,06 de 5)
Loading...

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

6 comentários

  1. A melhor experiência que tive… orgasmos sensoriais, ejaculação incrível, formigamento por todo o corpo! Realmente indico pra todas!

  2. Esta experiencia da massagem Yoni é otima, ela é pouco conhecida no brasil, porém ja a pratico desde 2005 quando casei. É muito prazeroso para a mulher e uma boa forma de ambos se conhecerem, na epóca, quando ainda casado, era normal minha esposa ter algo entre 2 a 6 orgasmos antes de de passarmos desta fase. Tanto que no finalmente ela ja não aguentava muito. Otimo case para comentar.

  3. Muito boa ! Recomendo

  4. Gostara de aprender a fazer tem algum professor

  5. Eu quero . vou conversar com meu marido. Ulalala e vamos lá rsrs

  6. gostaria de conhecer mais este método

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*