Mulher chorando

7 Formas de Superar o Primeiro Amor

Que mulher não se recorda do seu primeiro amor? A primeira troca de olhares, o primeiro encontro, o primeiro beijo e o início do namoro? É tudo tão novo e romântico, a felicidade é tão grande, que parece que não vai mais ter fim.

Só que nós sabemos que nem sempre é assim… Enquanto algumas têm a sorte de acertar logo na primeira vez em que se apaixonam e acabam ficando por um bom tempo e até casando com o seu primeiro amor, outras não têm o mesmo destino e eventualmente veem o primeiro romance de suas vidas acabar.

E quando o primeiro amor termina, lidar com a decepção e o fim do relacionamento é por vezes uma tarefa um tanto quanto difícil. Mas em vez de ficar remoendo o fim do namoro, é importante saber como superar o primeiro amor e conseguir seguir em frente com a vida.

Se você é daquelas que recentemente terminou o primeiro namoro de sua vida e está tendo um pouco de dificuldade para superar o seu primeiro amor, dê uma olhada na nossa lista abaixo, com algumas dicas de como passar por esse momento:

1. Chore!

Você está sofrendo por conta de um coração partido, logo é mais do que normal que se sinta triste e queira chorar. Não há motivo para sentir vergonha disso. É melhor chorar logo após o rompimento, do que vestir uma máscara, fingir que as coisas estão bem e que você é superior ao sofrimento, quando na realidade, está se remoendo por dentro.

Ponha a emoção para fora quando estiver sozinha em seu quarto ou acompanhada de pessoas de confiança como alguns familiares e seus amigos mais próximos. Você vai perceber como alivia muito mais deixar a emoção sair do que ficar segurando e se matando por dentro.

2. Desabafe com pessoas próximas!

Chame alguma pessoa de confiança, como os seus pais, seu irmão/irmã ou um bom amigo/amiga e conte tudo o que você está sentindo no momento. Em muitos casos, quando a pessoa guarda o que sente para si mesma, só consegue enxergar um ponto de vista e não analisa a situação em uma perspectiva mais ampla.

Conversar com alguém que gosta de você e que tem mais experiência na área sentimental pode ajudar a abrir os seus olhos para detalhes do relacionamento aos quais você ainda não tinha prestado atenção e fazer com que você comece a entender que talvez tenha sido melhor assim.

Mas atenção! Quando dizemos pessoa de confiança, tem que ser uma pessoa de confiança mesmo. Você não vai querer desabafar com alguém que cinco minutos depois da conversa, já vai ter espalhado os seus problemas e tudo o que você disse aos quatro ventos.

3. Livre-se das lembranças!

É mais fácil esquecer daquilo que não vemos. Por isso, se você carrega cartas, recordações e presentes do seu primeiro amor ou tem fotos do período em que vocês namoravam penduradas no seu quarto, dê um jeito de escondê-las e tirá-las da sua vista por um bom tempo.

Isso não significa que você deve juntar tudo e queimar ou jogar fora, afinal são registros de uma parte importante de sua vida, mas que deve deixar em um local de difícil acesso, para que você não caia na tentação de ficar olhando e remoendo o passado.

4. Não ligue ou mande mensagens!

Um erro comum de quem termina um relacionamento – especialmente se for o primeiro – é ficar correndo atrás do ex, ligando ou mandando mensagens. Realmente é difícil manter a distância de alguém com quem se manteve um namoro por certo tempo.

Entretanto, ligar ou mandar mensagens pode fazer com que você se machuque mais ainda. Você corre o risco de ser ignorada, com a pessoa não respondendo ou não atendendo o celular, ou de obter uma resposta que não lhe agrade, como um tratamento frio ou escutar o ex enfatizar que o namoro realmente acabou.

Se você acha que uma hora ou outra acabará ligando para ele, tente não ficar sozinha enquanto mexe no celular ou seja mais radical, apagando os contatos dele da sua lista telefônica.

5. Aprenda com isso!

Esse foi apenas o seu primeiro amor! Certamente outros virão por aí e ao olhar para o passado e analisar friamente tudo o que aconteceu, tentando identificar o que fez de certo e o que fez de errado, você pode aprender com a decepção e ganhar maturidade para os próximos relacionamentos que provavelmente ainda terá em sua vida.

6. Foque em si mesma!

Concentrar-se nos estudos ou no trabalho pode ser um pouco mais difícil quando você está com o seu coração partido. Mas focar-se neles e nos objetivos que você sempre teve é uma ótima maneira de desviar a atenção do primeiro amor e colocar a cabeça em coisas importantes.

Pense naquilo que você sempre quis fazer, como um curso de inglês ou uma pós-graduação em outro país, por exemplo. Tire a sua energia do sofrimento e transfira-a para essas metas, esforçando-se para alcançá-las. Aproveite que agora você tem mais tempo livre e use-o de maneira inteligente, certificando-se de cuidar de si mesma!

7. Lembre-se: nem tudo está perdido!

O primeiro amor tende a ser mais intenso, e por conta disso, a mulher pode ter a impressão de que sua vida amorosa acabou e que nunca mais irá encontrar nenhum homem capaz de fazê-la feliz.

Felizmente, essa ideia não poderia estar mais errada! A partir do momento em que você se esforça para superar o fim de seu primeiro relacionamento, foca em si mesma e vai atrás de seus objetivos, poderá ser surpreendida e conhecer novas pessoas bacanas que venham a despertar o seu interesse.

Como já mencionamos acima, nem todas as mulheres terminam a vida ao lado do seu primeiro amor. Mas isso não é necessariamente uma desvantagem, já que passar por mais de um relacionamento traz experiência. Agora que você já tem um pouco mais de maturidade, certamente não repetirá os mesmos erros no próximo relacionamento.

Você já sofreu por ter terminado o seu primeiro amor? Como foi que aconteceu esse término, e o que você fez para superá-lo? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*