Noivado

7 Coisas que Você e seu Parceiro Devem Fazer Antes de Ficarem Noivos

Você pode estar totalmente ansiosa para colocar um anel de noivado no seu dedo, mas existem alguns marcos importantes em um relacionamento que devem ser vividos antes do pedido acontecer.

Será que é muito cedo para noivar? Essa é uma pergunta difícil. Acontece que as linhas do tempo de relacionamentos bem-sucedidos muitas vezes têm menos a ver com o tempo que você está envolvida no relacionamento, e mais a ver com quais momentos você tem dividido com seu parceiro, e com a qualidade e todo o significado de cada um deles.

De acordo com Rebecca Hendrix, uma terapeuta norte-americana, existem sete pontos de referência importantes em um relacionamento que você e seu parceiro devem passar antes de fazer dele um possível compromisso para a vida toda, e isso vale para qualquer tipo de relacionamento. Esses sete marcos importantes você confere a seguir:

1. Ter uma grande briga

Mesmo que você e seu namorado “nunca briguem”, em algum momento isso vai acontecer. Todos os casais entram em desacordo, machucam-se involuntariamente e ficam irritados um com o outro em algum momento durante seu relacionamento. Quando chega a hora da discussão, você e seu parceiro podem ter estilos de briga diferentes – você pode querer ir com mais calma e encerrar a discussão até que ambos possam se acalmar, enquanto ele pode preferir acabar logo com o assunto e expor tudo o que ele tem para expor, ou vice-versa.

Então por que é importante ter uma briga de verdade? Porque antes do casamento é necessário que vocês conheçam uma maneira de lidar com os conflitos que funcione para os dois, e isso fará toda a diferença no futuro.

2. Viver um grande desafio ou dificuldade

Um casamento será sempre cheio de desafios. Um elemento importante de relacionamentos bem-sucedidos é saber que seu parceiro está ao seu lado e que estará lá para você nos momentos mais difíceis.

Para ter certeza de que você e seu parceiro sabem como apoiar um ao outro quando uma tempestade chega, certifique-se de que vocês tenham vivido pelo menos um desafio (grande ou pequeno, mas significativo), em que vocês dois tenham se apoiado.

Se você passou por uma crise familiar ou teve que assumir um projeto muito grande no trabalho e seu parceiro repentinamente parou de estar ao seu lado ou não entendeu pelo que você estava passando, esse não é um bom sinal. Lembre-se de que você vai querer estar com alguém que possa entender a importância de se conectar com você, principalmente nos momentos difíceis.

3. Conviver em família

Esse ponto é mais do que apenas jantar com os pais dele – é importante conhecer bem a dinâmica familiar do seu parceiro e como você vai se encaixar nela. Se você espera ver a família dele apenas em feriados importantes enquanto ele gostaria de almoçar todos os domingos na casa dos pais, então vocês podem ter um problema em relação a essas expectativas, e o mesmo vale para o que ele espera vivenciar com a sua família.

Para que um casamento dê certo, vocês têm que saber gerenciar o tempo em que irão passar com a família um do outro.

4. Aprender a lidar com dinheiro juntos

As brigas sobre dinheiro são uma das maiores ameaças a um relacionamento. Você deve conhecer o seu próprio relacionamento com o dinheiro – se você é uma pessoa mais tranquila em relação a isso, muito controlada, que gosta de economizar, ou um pessoa que gosta de gastar, e seja qual for sua relação com dinheiro, seu parceiro provavelmente será diferente em relação a isso.

Como você vê o dinheiro determinará o que você faz com ele, e a maneira como você e seu parceiro lidam com isso pode não ser um grande problema agora, mas com o tempo e com um casamento, as finanças de vocês estarão cada vez mais ligadas, e aí podem surgir alguns problemas mais sérios.

Por isso, antes de ficar noiva, tome algumas decisões financeiras junto com seu parceiro, sejam elas a divisão de um aluguel ou a divisão das finanças durante uma grande viagem de férias.

5. Falar sobre sua vida sexual

Não importa o quão boa é a vida sexual de vocês agora, esse fogo inicial inevitavelmente irá diminuir ao longo do seu relacionamento, e isso é algo completamente normal, porém, pode se tornar um problema se vocês não trocarem nenhuma palavra sobre isso e se não construírem mais liberdade em relação ao assunto.

Certifique-se de que ambos possam falar sobre sua vida sexual e suas preferências, façam um esforço para conhecer o corpo um do outro e discutir o que vocês podem fazer caso as coisas deem uma esfriada e fiquem monótonas. Manter a conexão de vocês na cama é tão importante quanto manter a conexão de vocês em qualquer outro aspecto da vida.

6. Passar mais tempo juntos (ou morar juntos)

Mesmo que vocês atualmente não morem juntos ou que prefiram esperar fazer isso apenas quando se casarem, é importante que vocês passem bastante tempo juntos, você um pouco na casa dele, ele um pouco na sua casa… Leve sua escova de dentes para a casa dele, faça com que ele tenha uma gaveta na sua casa, dividam o espaço um do outro e percebam como o relacionamento se comporta.

Vocês se dão bem dividindo as coisas? Vocês começaram a brigar mais? Antes de dar o próximo passo, certifique-se de que você saiba lidar com a bagunça e com as manias do outro – vocês têm que encontrar um meio termo que funcione para os dois.

7. Agir como se estivessem casados

A vida de casado pode ser maravilhosa, e você pode começar a experimentar muitos aspectos disso antes mesmo de estar com o anel no dedo. Antes de se casar, certifique-se de que vocês já se comportam um pouco como se já estivessem casados.

Uma maneira de fazer isso é passar o mês de férias de vocês em algum lugar que agrade aos dois, e onde vocês estarão sozinhos para conviverem melhor e entender melhor um ao outro sem opiniões externas.

Outra maneira é sempre incluir seu parceiro em diversas atividades que você gosta muito, como ir ao teatro, por exemplo. Vocês não precisam fazer absolutamente tudo juntos ou serem totalmente compatíveis, mas é importante que você e ele saibam que fazer as coisas juntos é saudável para o relacionamento como um todo.

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Você já passou por todas essas coisas em seu relacionamento, ou pela maioria delas? Acredita que vocês estão prontos para casar de verdade? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*