Mulher flertando com cara tímido

12 Dicas Para Conquistar Um Homem Tímido

Um homem tímido costuma ser o oposto de homens galinhas, pois são caras mais introspectivos e reclusos. Mulheres que não gostam de homens atirados e garanhões acabam preferindo homens tímidos. Porém, conquistar um cara desses pode ser uma tarefa difícil, pois é comum encontrar homens com vários tipos de timidez e que não dão abertura para iniciar um contato mais direto.

Alguns ficam paralisados e literalmente em choque com a presença e aproximação de alguma mulher, outros podem perdem a fala e dizer coisas sem sentido que chegam até a ser até mesmo engraçadas, já outros têm fobia e fazem de tudo para sumir do mapa ou enrubescem facilmente. Enfim, o primeiro de tudo é descobrir que tipo de tímido é o seu e começar o jogo de sedução. Abaixo seguem algumas dicas para conquistar um homem tímido para você traçar seus planos. Boa sorte!

1. Seja indireta

Quando se trata de outros caras, a indicação é para ser direta, mas neste caso é preciso agir com cautela e discrição, quanto menos direta melhor. Você pode e deve demonstrar interesse de forma sutil, sem se declarar logo de cara. Obviamente, a demonstração de interesse deve partir de você, porque por mais que ele esteja afim, dificilmente vai ter coragem para dizer ou demonstrar isso. Por isso, a primeira das nossas dicas para conquistar um homem tímido é: demonstre o interesse principalmente com o olhar.

2. Torne-se sua amiga

A melhor forma para se aproximar de um garoto tímido é tornando-se sua amiga. Chegue devagar, puxando assunto, sem segundas intenções, ganhe a confiança dele, para aí sim, depois começar a dar investidas mais abertas. Tenha paciência, com um cara tímido é preciso não ser inimiga do tempo, pois com pressa apenas o afugentará mais ainda.

3. Não o exponha ao público

Pessoas tímidas de uma forma geral odeiam chamar a atenção, para elas, passar despercebidas é um objetivo de vida. Por isso, se você o expor em público, mesmo se for de forma positiva, elogiando sua beleza, inteligência ou outras qualidades, ele só ficará desconcertado e querendo simplesmente sumir para sempre.

O legal é quando estiverem em público deixá-lo bem à vontade. Chame a atenção para si, assim ele poderá te ouvir e te admirar, na dele. Este é inclusive um ponto positivo, pois ele verá que se estivessem juntos você seria sempre o centro das atenções, o que é ideal para ele.

4. Seja bem humorada

Tímidos admiram mulheres que são o oposto deles, pois de timidez já basta a dele. Por isso, homens tímidos geralmente se interessam por mulheres comunicativas, bem humoradas e sempre de bem com a vida. Sendo divertida você pode aliviar as tensões do gato, sem que ele se constranja.

Nada de contar piadas sujas ou sem graça, seja apenas espontânea com assuntos do cotidiano e encare a vida, inclusive os problemas de forma leve, sem estresse. Mulheres autoritárias e estressadas apenas assustam homens tímidos.

5. Dê uma chance

Por mais que para alguns homens tímidos tomar a iniciativa seja uma missão praticamente impossível, você pode mostrar o interesse e deixar que ele se aproxime. Alguns não conseguirão ser diretos, mas ao menos tente, pois homens adoram estar no controle da situação, sejam eles tímidos ou não. Seja paciente e dê a oportunidade dele chegar, caso contrário, tome a atitude você mesma.

6. Busque por semelhanças

Homens tímidos têm medo do desconhecido. Se você for uma mulher completamente diferente com gostos exóticos, isso pode assustá-lo. Por isso, o legal é descobrir certas semelhanças com ele para que criem assuntos em comum entre os dois. Sabendo que vocês possuem interesses em comum, ele se sentirá mais confiante e menos inseguro ao seu lado, sabendo como se portar e o que falar para você.

7. Seja persistente

Mulheres são muito sensíveis e orgulhosas e ao investir em um homem e não sentir um retorno, como se não estivesse sendo correspondida, elas podem se afastar. Porém, no caso de homens tímidos isso acontece com frequência. É comum os tímidos ficarem na deles, mesmo com demonstrações de interesse da mulher. Isso porque eles podem estar preocupados com mil e uma coisas, inseguros em como chegar, como lidar com você e até se antecipando já à primeira transa. Deixe ele se autodescobrir e ganhar confiança no tempo dele e continue dando sinais de interesse com essas dicas para conquistar um homem tímido.

8. Seja receptiva

Toda vez que ele vier falar com você por conta própria, seja super receptiva, sorria e trate ele bem, puxando assunto. Isso demonstrará que tudo que ele lhe disser será bem recebido e se sentirá menos pressionado. Não o trate mal em hipótese alguma. Mulheres tendem a dar gelo nos homens, mas no caso dos tímidos isso pode afastá-lo para sempre.

9. Comunicação virtual

Se você perceber que um bate papo cara a cara está deixando-o travado, procure conversar com ele por uma rede social ou pelo celular. Assim ele se sentirá mais desinibido para conversar, com mais tempo de pensar nas respostas e perguntas. É muito comum grande parte do interesse demonstrado da parte dele acontecer em ambiente virtual, e quando estão frente a frente ele agir diferente. Não se confunda achando que ele perdeu o interesse, isso é apenas parte da personalidade dele.

10. Contato físico

Após algum tempo de conversas e convivência, já é hora de aproximar o toque para além do beijo no rosto ao se cumprimentar. Comece a abraçá-lo para se despedir e dar tapinhas nos ombros e nas costas. Repare na reação dele; se ele parecer não gostar, dê mais um tempo, caso contrário use isso a seu favor.

11. Programa a dois

Convide-o para sair, mas evite lugares muito cheios com olhares de amigos ou estranhos. Façam uma coisa a dois como um jantar no apartamento de um dos dois, assistir a um filme. Se morar com seus pais, evite levá-lo à sua casa, ele pode achar que é algo sério e ficar sem reação junto aos seus pais. Vocês podem ir a alguma praça para conversar, comer alguma coisa e beber.

12. Aumente a autoestima dele

Homens tímidos podem ter a autoestima muito baixa, por isso é importante levantar o ego dele, elogiando alguma coisa em que ele seja bom ou pedindo sua ajuda para resolver alguma questão, pode ser ligado à tecnologia, enfim, veja as qualidades dele e se aproveite disso para deixá-lo feliz em poder ser útil para você. Lembre-se de nunca fazer isso em público.

Em que estágio dessas dicas para conquistar um homem tímido você acha que se encontra? Como o seu paquera é? Vocês já trocaram um papo? Comente abaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (22 votos, média: 4,55 de 5)
Loading...

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

31 comentários

  1. Estou paquerando um homem timido e realmente a tarefa não é nada fácil. Acho que a parte mais difícil é quando a gente pensa que ele não está interessado. TENHO que ser cautelosa com as conversas. Não é qualquer assunto que posso falar. Também me considero timida mas acho que ele ganha de mim.
    A persistência tem que ser nossa melhor aliada. Se não tiver paciência não vai conseguir alcançar seu objetivo. Mas com certeza vale a pena pois ele é muito especial.

    • Espero que esteja indo bem srta. Andrea. Lendo a matéria toda, acho que não restaria conselho algum, exceto que, ao abraça-lo (claro, não em público) esqueça do tempo, e o faça de maneira serena, como se quisesse guarda-lo dentro de si…
      Se >>ambos<< desenvolverem e demonstrarem moderado cuidado e empatia, há sim boas chances de partilharem momentos de felicidade, sem a necessidade de artifícios ou complicações.
      Afinal, por sua atitude e sentimentos, você também merece sentir-se e ser amada.

      • Cazé

        Obrigada pelas dicas. Você é um querido!! Sempre auxiliando com seus comentários. Vc me parecer ser um homem muito sensível. É muito bom ouvir sua opinião. Afinal de contas nós mulheres estamos sempre em busca de decifrar o universo masculino.

        Bjs

        • Obrigado srta. Andrea pela grande estima…
          Achei interessante a sua colocação acerca de “decifrar o universo masculino”, pois é de consenso que o oposto é o mais expressivo, neste caso, “nós homens desejarem decifrar o universo feminino”. Não é minha ênfase um ou outro gênero sexual. Para mim, havendo uma consciência, acabo lidando melhor quando a visão de mundo coincide com a minha. Onde, tal como bem observado por você, é o da sensibilidade.
          Então, tentar compreender pessoas “moderadas” ou “devassas” talvez não seja muito o meu forte.

          Cuide-se.

          • Estive aqui fazendo um comentário em outubro de 2015. E hoje retorno para dizer que as dicas da matéria me ajudaram muito. Depois de vários meses o rapaz (tímido) me convidou para sair. Eu estava até meio chateada com ele. Fiquei até uns dias um pouco distante. Queria ver se ele me procura. E quando eu menos esperava, surgiu o convite. Acho que as dicas de ser indireta, amiga, bem humorada e PERSISTENTE foram fundamentais no meu caso. Ensaiei várias coisas pra conversar no encontro, mas nem precisava disso, pois a conversa fluiu tão bem ao ponto de eu perceber que ele não queria que eu fosse mais embora. Eu também me considero tímida.
            As dicas do CAZÉ são sempre de grande valia. São dicas de um homem sensível e muito inteligente.
            Adoro o site. Virei leitora assídua. E a minha dica é: MENINAS PERSISTÊNCIA SEMPRE. NÃO DESISTAM. SE HOUVER AFINIDADE E QUÍMICA PODE TER CERTEZA QUE NÃO VAI FICAR SÓ NA AMIZADE.

          • Srta. Xavier, novamente devo agradecer por tais palavras generosas. Estas servem para embasar que, homens tímidos e/ou sensíveis tem sim “um lugar no mundo” (em contraste ao perfil de machão ou galinha…), e muito provavelmente eu diria que é o melhor lugar de todos… O abraço afetuoso de uma mulher, não apenas amável, mas também compreensiva.

            Seu feed back é importante, não somente para mim, mas à outras mulheres e a qualquer leitor tímido que decida pelo completo anonimato rs…

            Obrigado mulher.

    • Realmente , a paciência deve ser a mais importante aliada.Tento algo com um cara a dois anos , no último ano resolvi investir de verdade e consegui me tornar amiga dele , bastante íntima até. Ele esta mais solto e mais receptivo , consegue controlar melhor o nervosismo e até consegue me dizer em poucas palavras algumas indiretas. Mas levou mt tempo , pensei em desistir várias e várias vezes , até pq sou bem extrovertida e comunicativa, o q fazia com que eu achasse q ele n queria nada comigo . Confesso que ate hj , as vezes , me sinto assim, insegura sobre continuar ou não. Comparo esse tipo de conquista como uma cebola , vc precisa tirar as camadas de insegurança , de vergonha , de inibição , uma a uma. So quando ele tiver 100% de certeza de q vc o aceita como ele eh , q ele de fato tem valor pra vc , q merece esse tipo de retorno eh que ele vai se abrir. Ainda falta muito pra eu dizer que consegui conquista-lo de fato , mas no final ele sempre vai valer mais a pena do q um cara q vc conquista em meia hora de cv! Os tímidos são como cofres com diversos segredos , descobrir cada senha eh uma vitória que te deixa mais perto do prêmio…

    • Oi, Andrea, estou na mesma situação que você. O que você fez? Deu certo?

  2. Eu estou namorando um cara tímido mas faz 4 encontros que ele nao me beija nunca já dei indiretas mas nada , já fiz de td e ele é timida demais , se puder me ajuda mande mensagm 04196695674 ok bjs

    • Olá srta. Gislaine, essa sua questão é complicada. Ele pode ser assim por vários motivos, mas seguirei estas premissas:

      1. Se ele sai com você, é porque gosta.
      2. Que ele seja mesmo tímido, e fora isso, razoavelmente ‘normal’.
      3. Relacionamentos anteriores, se já houve, se acabou bem resolvido, etc.
      4. Não tenha tanta aversão a fluídos corporais alheios.
      5. Seja hétero ou não tenha trauma de mulheres (alguma dura recusa anterior).
      6. Que ele queira mesmo se relacionar, não ficando apenas na “Friend Zone” rs…

      Solução simples:
      Então “roubar um beijo” enquanto ele estiver distraído, é arriscar um “tudo ou nada”. Pode até se justificar dizendo “Há muito tempo que eu queria beija-lo”.

      Solução ‘não tão simples’:
      Ao crer que seja um rapaz de conduta gentil e sincera, outra alternativa é que, para ele, o beijo pode ser algo mais “sagrado”, até mesmo mais do que o ato sexual em si! E sendo ele tímido e romântico, além de ter os sentimentos livres para aceitar você na vida dele, é necessário que não ocorra em “qualquer local”. Em locais privativos (sozinhos em casa por exemplo), pouco barulho, pense em outros detalhes como um longo abraço (e não esses abraços secos que se dá ao cumprimentar) você com roupas leves. Ele sentir seu corpo, o calor, o cheiro, movimento, maciez, etc. Dê ênfase ao contato com seu tórax (parte de cima do corpo). É bem provável que o sistema nervoso dele, acabe “ativando certas respostas fisiológicas”, ele dê uma esquentadinha, passe a respirar um pouco mais forte. Após isso, carícias no rosto e pescoço dele, afinal são zonas também erógenas.
      Depois deve ser hora de passar levemente os dedos nos lábios dele, começando pelo contorno, e depois no meio, ele expressando ou não reação, aproxime seu rosto e demonstro que irá beija-lo lateralmente, sim um beijo na bochecha, afinal ninguém foge de um beijo na bochecha… Afaste o rosto, olhe um pouco nos olhos dele, se julgar que ele esteja ao menos gostando do momento, faça questão de manter contato pélvico (naturalmente, sem querer forçar) e dê o próximo beijo num dos cantos dos lábios por uns 2 segundos, de uma forma que, ele sinta a maciez de seus lábios (não muito molhados). Se ele não fugir, então repita o mesmo tipo de beijo, porém indo diretamente nos lábios dele.

      Muitas vezes o homem tímido, principalmente se for novato, não sabe traduzir do que seu (o dele) corpo sente ou é capaz de sentir. Então é a parceira que, ao ter a confiança dele, deve desbrava-lo com respeito e cautela. Mudanças de temperatura, respiração, o vermelho da pele e sudorese, dão as informações que ele, até então, não foi capaz de verbalizar.
      Uma coisa que te ajudaria a treinar, é gastar alguma energia imaginando (por duas ou três vezes) tudo que descrevi acima, e claro, são apenas uma sugestões. Pode querer alterar a ordem, remover ou inserir outros comportamentos. E claro, tudo são comportamentos simples sejam conscientes ou instintivos.

      Observações:
      Mulheres geralmente não tem esse problema, pois em nossa sociedade são os homens que procuram, insistem e investem, se fazem de bobos ou são astutos, oferecem a forma de agir. Não generalizando, mas seja caprichado ou não, este é o “modus operandi” predominante. Não sou muito de assistir TV, mas pelo que bem sabemos, é que, nos finais felizes geralmente é o “mocinho que agarra a mocinha no beijo do grand finale” por exemplo rs…

      Por incrível que pareça, há sim homens que respeitam a mulher… e em demasia. Sei que escrevi muito, mas aqui você indiretamente está demonstrando que, enquanto mulher, o deseja como parceiro e concede permissão para tocar seu corpo (…), de que ele não precisa ter receios.

      Vi um estudo (um pouco antigo), de que paranaense são os mais fiéis (vi pelo seu DDD), não fui atrás da fonte para constatar. Mas o ponto em que quero chegar é que, na possibilidade de ele ainda não esta preparado para “abrigar” uma nova pessoa dentro de si, se o “lugar” ainda esteja ocupada por outra mulher, e por enquanto mantém-se fiel a ela, mesmo como fim do relacionamento. O “fantasma do antigo relacionamento” segundo o senso comum. Mas até mesmo isso não é o “fim da linha” 😉

      Espero que não desista dele, pois como costumo pensar “o galinho de hoje pode ter sido o romântico de ontem”… o qual apenas decidiu mudar na tentativa de melhor viver.

      The End

  3. Eu queria saber como votar uma amizades

  4. Bom conheci um carinha e já ficamos, considero ele bem tímido só pelo fato de nunca ter tomado nenhuma atitude comigo. Quando ficamos a primeira vez eu que tomei a Atitude de beija-lo , já chegamos a dizer um ao outro por msg oque sentimos mais nada além. Fico esperando uma atitude dele e nada , cheguei a mandar uma mensagem dizendo que queria atitudes dele e ele me disse que ele que está esperando eu dizer algo do tipo ( Vamos marcar pra sair ou coisa e tal) Não sei oque fazer !! Acho que ele que tem que me chamar pra sair , até então o Homem é ele!! Cheguei ao ponto de achar que ele não está mais afim de mim. Oque devo fazer? Me ajuda ? ” DESESPERO AQUI”

  5. Olá srta. Juliana, quanto a sua indagação, eu diria… Simples, marque o encontro. Ele te “desafiou” para saber se ele pode confiar nos sentimentos que você diz sentir por ele. Por isso ele (quer dizer, a personalidade dele) impõe tais obstáculos. Sem contar que, ele deve pensar que não quer ser um incômodo ou que pareceria “vulgar” um homem convidar uma mulher para sair. Sendo de maior valor, portanto, que esta demonstre interesse.

    Entretanto, fique “na sua”, ou seja “role o que tiver de rolar”. Afinal, ele também tem de “fazer a parte dele”. Mas não por ser homem, esta é uma visão machista, mas sim por ambos serem indivíduos adultos, que buscam juntos desenvolver um plano que tenham em comum. E para isto se faz necessário a participação de ambos. Então marque um encontro, mas durante este tenha uma postura um pouco mais passiva.

    Cedo ou tarde, se ele achar estranho, então cobre-o, mesmo que tenha de jogar na cara “eu tive a iniciativa de marcar um encontro, e você o que fez?”. Por mais tímido que seja, ainda sim ele deve demonstrar alguma coragem de “sair da zona de conforto”, a qual você já facilitou enormemente.

    Menina, não desanime, porém valorize-se e seja assertiva. Isto o colocará na parede… É uma lição para a vida. Mesmo porque, você não haverá de ficar tomando TODAS as decisões por ele, como se fosse uma “mamãezinha”. Por exemplo, se eu estivesse no lugar dele, após a sua primeira investida, todo o restante haveria de se desdobrar de forma mais harmoniosa. Afinal, quem é que não quer se sentir feliz ao lado de alguém? Sim poucos talvez, monges, os estóicos ou eremitas por exemplo rs.

    Tudo o que escrevo aqui, é a maneira a qual eu penso (ou consigo pensar), se for de ajuda ou não, em todo caso srta. Juliana lhe desejamos boa sorte.

  6. Olá, bem .. conheci um rapaz, saimos pela primeira vez,conversamos e não ficamos, ele n teve iniciativa nenhuma, flou pouco durante o encontro, quando chegou em casa disse q tinha gostado de me conhecer e pediu desculpas por ter falado pouco, ele disse que era assim mesmo. Enfim, na minha cabeça ele não ficou interessado, então fiquei na minha, mas ele sempre falava cmg no whats, sempre ele q puxava assunto, ás vzs era assunto besta mesmo, a conversa fluia porque fazemos o mesmo curso e tal. Ele não me chamou mais pra sair, só que fomos a uma festa, ele me achou nessa festa e grudou do meu lado, conversou, conversou e ai eu chamei ele pra dançar, ele se aproximou e me beijou, ai ficamos o resto da festa toda (ps. ele n estava apresentando sinais de embriaguez). Depois da festa continuávamos conversando normalmente, uma semana depois ele disse “to de férias, quando quiser fazer alguma coisa é so falar” eu n considero isso um “me chamou p sair” então eu só disse “td bem” e ficou nisso, depois eu sai com uma amiga e ela encontrou um paquera e eu fiquei só, pgtei se ele podia ir aonde eu estava e ele chegou lá em menos de meia hora, ele estava aparentemente cansado e no outro dia ele ia acordar cedo pra trabalhar, MAS NÃO FICAMOS, ele n me beijou. Outro dia ele me deu indireta o dia todo tentando me chamar p sair e quando conseguiu ser direto eu já estava ocupada e n pude ir, mas disse “vms tal dia” ai disse “então tudo bem, vms tal dia”, o tal dia chegou, saimos, mesmo com o clima apontando pra chover forte, relampejando e td mais, ele super cansado, parecia estar cm mt sono, só que novamente só conversamos, ele n me beijou. Eu sinceramente, não sei qual é a dele e isso ta mexendo com meu psicológico.

    • Oi Lanna, pelo que você escreveu, ele não aparenta ser uma pessoa tão tímida, então o que posso vir a dizer talvez não seja tão acurado no diferentes pontos a seguir:
      Para mim ficou ambíguo quando disse que faziam o mesmo curso, se é a mesma turma (mesmo local) ou cursam a mesma área de conhecimento (locais diferentes), e isto pode ter alguma relevância…

      Dizem que conversam “sobre tudo”, pode ser que durante uma dessas conversas, você tenha expressado uma opinião a qual acabou atingindo ele de uma forma a qual o deixou com receio ou dúvida. Um exemplo forte, é a divergência quanto a ideologias, dizer que prefere praticantes de uma religião ao invés de outra. Parece besta mas não, afinal denota preconceito. E mesmo que a conversa prossiga, por chat você não tem contato pleno com a pessoa para saber o que ela sente de verdade, salvo quando este expressa por meios de emoticons ou verbaliza, e mesmo assim a pessoa pode se dar ao luxo de ser incongruente (expressar um emoticon feliz, mas na verdade estar séria ou chorando).

      Supondo que ele tenha ficado com alguma mágoa ou receio, ele pode se dar ao direito de simplesmente aproveitar seus beijos ou a simples companhia. Em todo caso, nem todo encontro é sinônimo de amassos, sexo ou amor [enquanto verbo]. Busco ser realista, onde ele, também pode estar gostando de outra pessoa, por isso contigo prefere manter uma “friend zone”.

      Não deve negar que ele seja gentil e solícito, afinal mesmo ele estando cansado, ainda prezou em te ver. Neste trecho percebi que você não o tem como conquistado. Porque caso o afeto fosse mútuo (e a maturidade também), eu diria que, nada melhor do que confiar o cansaço ao aconchego do colo de quem se gosta. Se ele não demonstra o seu lado afetivo e vulnerável, novamente, não considero que seja por timidez, mas por não confiar o bastante em você para tal (não por “confiança e desconfiança”, mas confiar de entregar, dar algo à alguém). O cansaço pode até tirar o libido, mas não tira necessariamente o afeto que uma pessoa sente por outra.

      Não sei a perspectiva dele quanto a esta questão toda. Mas posso tentar dizer que, neste contexto todo, ele deve estar “numa boa”, lidando com sua própria realidade, talvez se indagando se gosta de você ou de outra pessoa, uma leve dúvida que talvez apenas o tempo possa responder. Enquanto isso, você é a pessoa mais prejudicada “isto está afetando meu psicológico”, esta é a evidência mais clara do que digo. Onde você sente uma necessidade expressiva de “saber se é ou não” ambos um casal. Cuidado, pois o ato de insistir ao invés de aproximar pode acabar afastando ele.

      Desculpe o tempo que levou até obter uma resposta, até então algo possa ter mudado em sua situação. Mas para terminar este texto, diria que o melhor, é perguntar a si mesma o quanto você se sente feliz e o quanto acha que isto seja em decorrência por gostar dele. E independente de chegar a uma conclusão ou não sobre si mesma, também deve parar e perguntar à ele em momento propício e da forma mais equilibrada possível (com seriedade quanto ao assunto), sem manter ilusões ou expectativas, o que ele sente por você.

      Se ambos tenham uma resposta ou não, isto não é de todo o importante. Mas sim as escolhas que farão a partir deste ponto. Ninguém é obrigado a satisfazer ou ficar com ninguém, mas ser educada é do consenso geral. Se acha que não vai conseguir lidar com tudo isto, então recomendaria que buscasse um terapeuta. Não, você não deve estar doente, mas aparenta certa dependência e insegurança, ao invés de autonomia. E isto, quer goste ou não, pode resultar em consequências ruins. Quando a ti, também são apenas inferências, peço que me desculpe pela imprecisão ou caso se sinta ofendida, não é minha intenção.

      Cuide-se antes para depois querer cuidar dele… ou de quem quer que seja.
      Abraços.

  7. Oi, tenho 13 anos e estou gostando de um obreiro da igreja que eu frequento ele tem 16 anos…….Ele me olha bastante e sorri as vezes(mas bem discretamente) e ele é muito tímido!!!! Oq eu faço?

    • Jovem srta. Grasiele, esta é uma questão complicada de lidar, isto por conta da faixa etária de ambos, e tanto o site quanto os demais leitores se isentariam de te responder. Sei que vou aparentar ser moralista, mas somente em alguns trechos. Meu intuito em lhe responder é imaginando uma relação que possa durar anos ou até mesmo décadas, infelizmente os jovens utilizam termos como “atração”, “ficar” ou “pegação” como se fossem sinônimos de estados subjetivos de ordem superior…

      Leia, pense e siga as dicas do blog desde o passo 1 até o passo seis, não precisa ter medo. Mas a partir do ponto seis em diante, você deve se questionar o que sente por ele. E quando tiver a confiança dele, pergunte o que ele sente por você também.

      Segundo o estatuto da criança e do adolescente (artigo 2º), ambos são adolescentes. Então, na melhor das hipóteses, podem sim “trocar uns beijinhos”, abraços, andarem de mãos dadas. Sei que é soa como algo chato, mas quer aceite ou não, a nossa sociedade possui certas regras (leis) as quais tem sim propósito. Deve somar a isto, as regras que são impostas e praticadas (assim se espera rs) no ambiente comunitário do qual ambos fazem parte, que é obviamente a igreja. Então seria interessante buscar a opinião de um padre ou sacerdote de lá. Talvez digam algo “Ore a deus que este te respondera!” ou “melhor se afastar do pecado” rs…

      Sem desrespeitar “nossas regras”, busque conhecê-lo melhor, se desenvolverem para serem companheiros um do outro. Deve ter consciência de que, se há regras, parte delas foram feitas para lhe proteger. Sendo assim tente se limitar até chegar aos dezesseis anos no mínimo. Para só depois desenvolver maior grau de intimidade. Sua mente e seu corpo estão ainda se desenvolvendo, portanto tenha paciência.

      Agora terei de ser frio e realista em dizer que, tá cheio de adolescentes grávidas por aí, que passam por dificuldades, inclusive, que abandonam os estudos ou são abandonadas pela família. Quanto menor o apoio que elas tem, mais suas vidas se tornam atrasadas.
      Está gostando dele? Legal pode rolar sim um bonito namoro, mas ambos devem ser responsáveis, peça conselhos aos seus pais ou a quem julgar ter um bom caráter de opinião. E quando você chegar aos dezesseis, caso não saiba o que fazer, podemos voltar a conversar quanto ao que fazer em seguida.
      Muita coisa pode acontecer, mas nada resguarda que se for a vontade de ambos, que futuramente sejam um jovem casal de noivos.

  8. Ana Paula de carvalho

    Olá !!
    Tenho um caso complicado há 3 anos e ainda ele não é holandes o que complica pelas nossas diferenças culturais.
    Até hoje não sei se ele é timido ou arrogante .
    Sempre sou eu quem começo conversas …ele sempre travado e dependendo do que eu digo a ele ,ele some me deixa falando sozinha.
    Ele diz que não é de começar conversas …realmente ele não é tão popular nas redes sócias , uma vez disse que ia tentar começar conversas mas que isso não era coisa dele.
    Eu segurei meus sentimento até o ano passando quando relevei meus sentimentos , é eu disse I love you na lata …antes de dizer meus sentimentos ele estava super fofo e depois de disse I love you , acho que ele se assustou , temos umas diferença de idade sou mais velha que ele o que acho que agrava a situação …rs
    Tento me aproximar de todas as formas , da última vez que estive por lá ele inventou uma namorada , mas estudando o face vi que não existia , ele sempre um amor de pessoa comigo … muito fofo , uma vez estando lá com ele no meio de um beijo apaixonado ele disse I like you
    E eu respondi mas ficou meio no ar , desencontros de linguagem, e p piorar acho que ele tem auto estima baixa , já que tem aquele problema de tamanho do .. eu amo ele demais …o que faço p deixa lo menos tenso??

  9. Ola, conheci um moço da mesma idade q eu, porém qdo ele vem em casa senta no sofá, fica sempre olhando para o chão, não olha nos meus olhos, olha sempre de rabo de olho, fala sempre muito baixo, não tem assunto, nos encontramos duas vezes, houve beijo porém bjos curtos e nem sempre receptiveis.
    A minha dúvida é que fico perdida não sei como agir, pois ele pouco me olha, sempre de cabeça baixa e sem atitudes nenhuma, temos uma química, porém ele quase nem fala por msg comigo, passa as vezes alguns dias sem me responder, fico com medo de falar algum assunto q ele não goste etc…
    Estou desanimada pq não sei como agir e penso eu q ele não quer mais nada.

  10. Olá, Eu conheci um menino muito timido, não ficamos , mas as vezes ele vem aqui pra casa quando um outro amigo meu chama , e assim conversamos , quando estamos só nós dois o clima muda , fica mais próximo de mim e puxando assunto, ja tivemos um momento no qual eu roubei um selinho dele , mas o lugar era complicado por que era “proibido” , resumidamente, por conta disso eu n continuei o beijo por conta de medo , mas ele quis e eu me virei (me arrependo ) mas era por que estava com medo de sermos pegos, depois disso tentei beija-lo e ele não quis , continuamos a conversar , ele ainda vem aqui em casa , mas as vezes ele não demonstra tanto interesse , eu digo algumas indiretas e da pra ver na cara dele que ele entendeu, sempre nos olhamos no olho , eu mantenho contato corporal e sou aceita , mas tenho minhas dúvidas ainda…
    Se ele quer ou não ficar comigo.

  11. Boa noite amigo,preciso de uma resposta urgente.Conheci um rapaz tímido no trabalho,consegui o tel dele é começamos uma amizade pelo zap se falamos bastante,eu elogiei o sorriso dele,ele agradeceu…. não tive coragem de perguntar se ele tem namorada ainda.papo vai papo vem…eu estudo nutrição e passei um plano alimentar pra ele,ai ele perguntou quanto é,eu disse que pra ele eu nao cobraria,ele ficou insistindo muito,ai eu disse posso pedir o que eu quiser,ele disse depende,eu disse não seria algo material…..ele disse seja direta.o assunto parou aí eu falo ou nao que quero beija lo?

  12. Olá! Eu também paquera um homem tímido e concordo com td quecestavescrito aqui. Só que de uns tempo pra cá estou valorizando menos. Ele perdeu a mãe e como não tenho abertura dele, pedi que entregasse a ele um bilhete E junyo deixei meu zap.Você me adicionou? Naooo. Estou então dando uma ignorada. Isso fez com que ele me cumprimenta se duas vezes passando a mão no meu ombro.
    Será que ele tem algum interesse em mim ?

  13. Olá, gostaria de uma opinião de vocês já que a minha história é complicada demais. Eu tenho 22 anos, e estou gostando do meu prof da facul, ele é só três anos mais velho que eu, é solteiro, tudo certo… mas o problema é: ele é tímido demais… puxando até pra o viés religioso ( nada contra, é bom salientar isso) ele é bonito e diferente de todos garotos que a gente vê, todas as vezes q conversei com ele, me senti protegida, ele tem uma energia boa. Observando-o, percebo que é como se ele não se importasse com isso de relacionamento, sabe? Entre a rodinha das amigas saiu a possibilidade dele não ser hetero, eu acredito que ele é…e que o problema dele é timidez mesmo. Já aconteceu dele puxar assunto comigo, sobre o curso e sobre coisas do cotidiano (nada demais)… enfim, vejo nele um grande potencial, alguém que gostaria de ter ao meu lado (eu dei uma stalkeada na vida dele) mesmo não sendo como namorado, como eu amigo eu já gostaria de te-lo por perto. Preciso decidir se invisto ou desisto dessa ideia, será q é possível chamar a atenção dele (positivamente, é claro)? PS:. de certa forma, acho que somos parecidos, afinal ambos tímidos, porém, acho que ele ganha de mim, disparado kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Srta. Patrícia, aqui você nos traz elementos novos, tais como a religião e relações de poder. Bom saber que quanto a essa primeira, à ti não representa empecilho algum, caso houver diferenças quanto as crenças ou práticas de cunho místico/religioso, nada do que o nosso bom e velho “respeito” possa ajudar. Pelas qualidades “explícitas” (observáveis) que ele apresenta, não julgo difícil que ele atraia a atenção de outras mulheres, mas como disse antes, ai há uma relação de poder, e diz respeito quanto a estarem em condições diferentes, a relação aluno/professor. Alias achei engraçado ter dito que deu uma “stalkeada”, mas também devo elogiá-la quanto a sinceridade.

      Dentro de qualquer instituição de ensino, por questões éticas, é algo desaconselhável a ocorrer, não entrarei em detalhes quanto a isso. Mas espere, não quer dizer que não ocorra por ai, apenas digo que sim, é algo por si so complicado. Não sei se minhas palavras são as melhores que há, mas levo em consideração o bem-estar de ambos. Sendo assim, nada a impediria de, primeiro, ter uma conversa franca com ele, talvez começando por assuntos “do cotidiano” bem como você mesma disse, ai passando para assuntos relacionado a afeto, então se sentir confiante o bastante, pergunte “na lata” se ele é hetero, e por fim revele ao menos uma parte (não tudo, para não assusta-lo) dos sentimentos que por ele mantém.

      Claro, ouça-o e sem ter elevadas espectativas, pois, pode ser que, pela vergonha ou até mesmo pelo senso de ética dentro do local de trabalho, ele possa não dar o tipo de resposta que você gostaria (pode ser que sim ou pode ser que não…). Se ele demonstrar alguma vontade sobre você, mesmo que pouca, mas não dar esperanças ou certezas, ai você já poderia emendar dizendo compreender a diferença entre vocês (aluno/professor). Considero mais tangível (fácil de lidar) a partir do momento em que ele não lessionasse na turma a qual você faz parte. Cada um teria o seu espaço, e não implicaria em situações embaraçosas ou até mesmo prejudiciais a ou outro.
      Se de fato ele é uma pessoa religiosa, então posso deduzir que, para ele, é normal não desobedecer certas normas. Dentre elas, friso, é relacionamento de cunho pessoal com seus alunos.

      Resumindo, sim, acho que você deva tentar, mas requer estar atenta ao jeito e limitações dele. Não tratei quanto a timidez, pois sobre isso há muito já escrito no próprio blog. Vontade bem sabemos que você tem, agora, se ele também demonstrar, e se ambos tiverem cuidado e paciência, diria que poderiam render uma vida com bons momentos juntos (e capacidade para lidar com os maus momentos, óbvio). Boa sorte e não se esqueça de compartilhar conosco o desfecho.

  14. Ola caze, adorei sua materia, me de algumas dicas plr favor, tem um rapaz no meu trabalho ele e mais novo que eu 4 anos, tenho 28 e ele vai fzr 25, ele e muito timifo, fico olhando pra ele demais ele sorri, olha tb e tal, ai um dia desses papo vai e papo vem eu disse q eu tava interessada nele, ele disse q ja tinha percebido, um dia qd eu fui embora pedi um abraco a ele ele me deu, olhamos nos okhoa e nos beijamos , mas foi rapido, no dia seguinte ele mandou uma mensagem dizndo que eu o desculpasse pois ele n podia ter nada alem de amizade com ele, pq tinha um turbilhão de problemas sentimentais ocorrendo na vida dele, mas q n queria perder minha amizade, ai eu disse q se um dia ele quiser conversar eu estaria aqui pois eu adorava a amizade dele mas q n irria insistir na relacao, ..ele agradeceu e disse q agora ele preferia ficar calado e qm sabe um dia…
    O que eu faco? Ele e timido demais , eu gosto bastante dele, me de um conselho se devo desistir ou litar por ele, eu sei que fui com sede ao pote, e axo q estraguei tudo….

    • Srta. Vanessa, antes de prosseguir-mos, devo esclarecer que eu não sou redator do blog ou deste artigo (talvez seja da intenção dos mantedores do blog, que seus redatores permaneçam anônimos). Sou um simples (e talvez excêntrico) usuário como outro qualquer. Mas obrigado, saiba que me deixou feliz, pois vejo isso como uma forma de elogio.

      Quanto a ti, primeiro remova este sentimento de culpa, por achar que tenha feito algo de errado! Você seguiu seu coração, e pode parecer cafona dizer ist, mas, a elogio e achei lindo tal coragem… Compreendo também que possa estar diante de um grande dilema (uma importante escolha entre duas ou mais possibilidades), mas tente manter a calma, esta é mais uma das situações que vivemos por simplesmente estarmos vivos.
      Vou partir do pressusposto de que ele esteja sendo sincero contigo, não seja um “falso”. Sendo assim, no lugar dele, e em nome da categoria dos “homens tímidos e introspectivos” devo expor minha gratidão! Você o respeitou, buscou ser compreensiva, atenciosa, mesmo com o atual desfecho! E tudo isto o qual passaram juntos, pode sim ser uma base para ter-se uma boa relação, quente e duradoura como fogo de lareira (ao invés de intensa e breve feito uma fogos de artifício rs…).
      Infelizmente não deixou claro qual a natureza dos sentimentos os quais estejam a perturbar este rapaz. Me desculpe por trazer a possibildiade a segir, mas, se for por conta de uma outra pessoa, esta confusão sentimental dele, é melhor respeita-lo. Pois se ele é não apenas tímido, mas romantico e fiel, em seu coração (no dele rs..) há sentimentos e pensamentos os quais ele deve reorganizar, ver o que ele deve se desfazer ou não, para só depois seguir adiante, seja lá qual for a escolha que ele faça.

      Quanto a ti, de coração, sou grato por você ser este tipo de mulher sensível e, até certo ponto, persistente. Devo frisar novamente, não sou nenhum especialista, mas a recomendaria não se distanciar muito dele, mesmo que só um pouco, mostre que você ainda está ali. Porém vai de você quanto tempo permanecer assim, “a espera dele”, e enquanto estiver assim, não dê bola à terceiros…
      Entretanto saiba que ao meu ver, você merece ser feliz também, seja com ele ou caso lhe surja um pretendente que seja digno de sua confiança.

      Espere um pouco, seja um ou dois meses (a medida de sua paciência e das impressões que ele lhe der)… Depois disso, avalie se vai tentar se reaproximar dele ou apenas permaneceria como amiga. Se ele saiu de uma relação, ao romântico o que há não é algo fugaz como “a fila anda”, mas sim uma pilha de escombros onde, antes deve ser limpada para que só depois se edifique algo novo, e de preferência, consistente.

      Para muitos, um mês parece demasiado longo, mas isso não é nada para quem busca um parceiro amoroso, o qual possa estar ao seu lado por longos e bons anos, senão, pela vida toda…
      Este tempo também pode servir para que “o seu rapaz”, possa na melhor das hipóteses, amadurecer e ser um homem, não estou me referindo a timidez (também sou assim,ou era, não sei rs), mas sim com o intuito de que ele seja capaz de fazer as proprias escolhas e seguir-las, arcando com ganhos e perdas.

      Com todo respeito srta. Vanessa, você me parece uma boa pessoa, caso contrário não teria lido este blog e todo conteúdo que nele há, não teria vivido estes belos momentos, e não teria partilhado. Portanto, valorize-se, a ponto de que, quando você tiver de “conversar a sério” com ele (ou caso ele tome a iniciativa) você esteja confiante de si mesma, de seus belos sentimentos, a ponto de transparecer à ele tal confiança. Desta forma ele terá confiança em ti, e verá como um “porto seguro”. Claro, ambos devem andar lado-a-lado, então, tente ver nele se houve mudanças, de preferência que seja positiva.

      Se possível, não se esqueça daqui, e retorne com o desfecho.
      Desejo tudo de bom para ti.

  15. Olá meu nome é Daiane estou conhecendo um homem ha quase um Ano ,mas ainda não sei se ele é tímido,inseguro ,ou não tem certeza do que quer,pois foi ele que tomou a iniciativa qndo nos conhecemos em uma festa e nos primeiros meses que ficamos,depois parece que ele foi meio que se afastando não me mandando tantas mensagens ,mas ainda continuava a me convidar para sair todo final de semana ,sabado a noite e domingo a tarde,obs:na sexta feira ele sai para beber com os amigos.Como eu gosto mto dele e passei a durmir na casa dele todo final de semana comentei algumas vezes com indiretas para a gente assumir a relação ,mas ele sempre me diz que é cedo,não quer me machucar e tal…nos domingos a tarde sempre saimos caminhar de maos dadas ,nas festas que vamos sempre ficamos juntos nas rodas de amigos e tanto meus qnto dele,até já consegui convence-lo de ir a uma pizzaria com meus pais (depois de insistir bastante)há alguns dias atras ele estava me contando algumas coisas sobre a familia dele e eu pedi para que ele me levasse um dia desses lá para conhece-los e ele não disse absolutamente NADA só sorriu (o que me deixou pensativa)ele é um cara quieto e bem observador pelo o que pude ver,e me contou que já sofreu em relacionamentos anteriores não me contou mtos detalhes.Em algumas conversas que tivemos sobre o futuro e tal ele no inicio falava que não sabia se iria casar pois trabalha muito não tem tempo para uma outra pessoa e que os relacionamentos de hoje em dia não duram,nem os casamentos;mas de um tempo pra cá ele está falando diferente quando abordamos algum assunto do genero ele até fala em ter uma familia .(mas nunca me inclui ou deixa claro que gostaria isso comigo).Minhas amigas todas me dizem para cair fora porq ele deve ser igual aos outros homens e que deve estar me usando até que apareça alguem que ele realmente ele goste e me de um fora,por isso não quer assumir ,mas eu sinceramente não sei se INSISTO mais um pouco ou DESISTO para não me machucar mais.

  16. oi!
    eu ha coisa de 2 anos (este é o terceiro) estou trabalhando (estagio) na minha faculdade. Estou na parte de programação e design e estou caidinha por um colega que so faz programação, mas ele é so mesmo trabalhador, nao é estagiario.
    acontece que no verão do ano passado quebrei meu pé e ele me levou ao hospital e tal, e apos isso ficou mais comunicativo comigo (só que aí eu tinha namorado já, mas tinha ido para a terra dele), entretanto eu fui de ferias. entretanto esse verão que passou (de 2016) acabei com esse meu namorado.
    Estou muito caída por este meu colega: temos algo em comum como os videojogos, inclusive ele me deu uma edição de colecionador extra rara do jogo Iko para a PS2, ja me pagou um ou outro café na hora da pausa, e como eu sou uma pessoa que n se dá muito a conversa com os colegas de trabalho (so falam de carros, e futebol), esse meu colega vem sempre falando de videojogos ou de desenhos animados para eu jogar ou ver. É de salientar tambem que é o unico colega que me cumprimenta todos os dias quando chega ao trabalho (eu sou a primeira a entrar no gabinete). Ele sempre me olha nos olhos, me pergunta como estou e às vezes como vao minhas aulas. Ontem notei por exemplo que passou a frente da minha mesa e me olhou, e olhei-o também, ele sorriu e acenou, e eu fiz o mesmo.
    O problema de eu nao conseguir identificar é que eu tenho 26 anos e ele tem 44, temos 17 anos de diferença (não é casado kkk). Será que ele poderia estar interessado em mim? 🙁 me ajuda

  17. Muito bom o texto e excelentes comentários do Cazé. Gostaria de compartilhar meu relato.

    Estou saindo com um rapaz tímido há mais ou menos dois meses. Nos conhecemos há seis meses num curso que fazemos. E sim, foi muito difícil conseguirmos nos entender claramente, afinal, eu também sou tímida, embora menos que ele.

    O mais complicado em lidar com uma pessoa tímida, é decifrar seus sinais. As atitudes discretas quase sempre camuflam os sentimentos. Pensei em desistir diversas vezes, pois ele ora demonstrava interesse, ora demonstrava desinteresse. Para mim essa montanha russa era praticamente uma tortura. Às vezes parecia que ele estava apenas jogando comigo, me testando.

    É importante ressaltar que a maioria dos homens, ao menos os que tive contato, não é tímida. Pelo contrário. Eles costumam ser mais ousados. Não podemos generalizar, é claro, mas nossas experiências acabam nos condicionando. E eu estava habituada a ser cortejada por homens mais diretos e claros, com muito mais atitude. Meus esforços eram muito menores, se não nulos, para conquista-los.

    Posso garantir que a aura tímida desse rapaz me encanta cada vez mais. Talvez por enxerga-lo como um tipo raro. Talvez por emanar seriedade, tranquilidade, certa ingenuidade e doçura. E acima de tudo, perto dele eu me sinto segura, o que os outros tipos não são lá muito capazes de me fazer sentir.

    Antes de me sentir segura, ficamos na roleta russa das mensagens diárias no whatsapp por um mês. Ele me chamou para sair uma vez e foi maravilhoso. Passamos o sábado e o domingo juntos, passeando, conversando e visitando lugares de interesse em comum. Mas não rolou nenhuma menção de beijo, nem pegar na mão. Tudo bem, pensei, as coisas correriam no tempo dele.

    No entanto, as mensagens eram espaçadas. Ele tinha o tempo dele e eu o meu. E eu queria muito conhece-lo mais de perto enquanto sentia essa vontade. Minha paciência, que é curta, já estava no limite. Principalmente após eu te-lo convidado para sair e ele ter convidado um amigo nosso em comum para ir junto, entendi que ele estava com medo de sair só comigo. Por qualquer motivo que fosse, ele é um homem de 30 e eu uma mulher de 31, e isso me feriu como um “não” sutil. Contraditoriamente, ele continuou com as mensagens corriqueiras após o encontro a três, dando um nó na minha cabeça. Resolvi ser óbvia, pois não estávamos nos entendendo, a situação já estava sendo desagradável para mim, e com toda a sinceridade disse que não queria mais conversar por um tempo, que estava interessada para além de uma amizade e que talvez eu tivesse confundido tudo, pois queria ter saído somente com ele a fim de conhece-lo melhor. Como tudo parecia não passar de uma grande confusão eu preferia parar com as mensagens que pareciam nutrir algo inexistente e me afastar até as coisas voltarem ao normal.

    Ele levou dois dias para responder, mas enfim se abriu e disse o quanto era tímido e que tinha tremenda dificuldade em se relacionar com as pessoas. Confessou ter demorado a responder por ter tido dificuldade em encontrar as palavras certas. Disse que estava tentando se aproximar de mim aos poucos e que tinha medo de ser óbvio e me magoar, acabando com a amizade que estávamos construindo. Ele ainda disse que até então não tinha certeza do que eu sentia por ele, e que só tomaria alguma atitude quando tivesse certeza. Me ligou no outro dia e gaguejou ao dizer que estava gostando de mim. Aí ele me fisgou de vez, meu desejo era estar perto para poder abraça-lo. Só que moramos em cidades diferentes, e só pude abraça-lo uma semana depois.

    Hoje continuamos saindo, ainda sem compromisso, mas pela primeira vez na vida me sinto muito segura ficando com alguém. Perto dele eu me sinto muito à vontade e ele diz que também se sente assim comigo. A única coisa que por vezes me incomoda, é o fato de ele ser um pouco imaturo e inexperiente com relacionamentos, não pelo fato em si, mas por às vezes não saber lidar com algumas situações. Mas eu sei que isso faz parte do que ele já viveu e que juntos podemos aprender muito e trocar experiências. Sem dúvida, vale a pena investir nesse camarada. 😉

  18. Bom dia Cazé, preciso da sua Ajuda, ESPERO que possa me ajudar…. Tem alguma possibilidade de conversarmos por whatsapp ?

  19. Boa noite, queria tirar umas duvidas, ano passado comecei a gostar de um carinha na facul, então eu comecei a gostar dele do mês de agosto, no primeiro semestre ele estudou comigo, pois nós eramos novos na facul, fazemos cursos diferentes, estávamos no grupo no what na turma com dois cursos, ai eu aproveitei q ele tava no grupo peguei o tele dele e fui falar com ele, e por ai…. fui tentando puxar assunto, respondia na hora, nunca demorava pra responder, mas ele não retornava sem eu precisar ser a primeira a conversar com ele, era sempre eu conversando com ele, e eu tentando a td custo msm assim, ai com tempo eu parei de falar pq não teria sentido só eu tentando puxar papo, esperei meses pra ver se ele falava algo, mais não retornava, ai eu pensei, sera q ele não quer me conhecer, ou não tem interesse? ele até me falou q é tímido ao extremo quando conversamos pela primeira vez no what, isso acho q nenhum tímido serio tão direto pra dizer isso né, eu estranhei no inicio quando ele falava comigo, mas eu entedia q era normal por ser tímido, na minha cabeça tenho varias duvidas até agora, já faz bastante meses q eu não converso mais, desistir, as vezes me sinto culpada achando q falei com ele demais e deixado- lo incomodado. Agora esse ano não falei com ele e confesso q ainda gosto dele, mesmo sem conhecer- lo direito, oq eu faço? não to tendo mais coragem de voltar a falar com ele. Um dia tava conversando com uma amg, eu ia passar uma parte na conversa q não tinha nd a ver com ele, ai acabei passando pra ele sem querer, não me lembro bem oq eu escrevi, mas foi mais o menos assim, “bem, gostaria de te conhecer melhor, mas….”, quando eu tinha dito a ele q mandei sem querer, ele falou bem assim, “Relaxe, tb gostaria de te conhecer melhor, td bem se nao foi pra mim….”. Ai eu esperava q ele conversasse algo depois disso, depois na cagada q eu fiz kkkk, mas ele não falou mais nd, isso foi pelo face…. então preciso de uma ajudinha sua, eu fiz algo muito ruim pra prejudicar ele? oq eu deveria ter feito? um beijo.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*